21ª Cerimônia das Velas encanta Cemitério das Luzes em Mairinque


Centenas de populares e religiosos compareceram na quinta-feira (01), Dia de Todos os Santos, no Cemitério das Luzes de Mairinque para participar da 21ª Cerimônia das Velas. Tradição por mais de duas décadas, o evento contou mais uma vez com a tradicional missa, celebrada pelo Padre Antônio Carlos, da Igreja de São Benedito.

O evento é realizado todos os anos desde 1998, sempre com muita demonstração de fé e seguindo os mesmos moldes, com velas acesas em todas as ruas do cemitério, missa, fogos de artifício, luzes e homenagens aos Santos padroeiros.

O administrador do Cemitério Municipal e o coordenador do evento, Edmundo de Souza Figueiredo, ressalta a emoção de realizar essa cerimônia, lembrando-se de seu sonho de criança em dar vida ao cemitério nessa época do ano. “Há vinte anos, eu vim para Mairinque passar apenas alguns dias trabalhando no cemitério. Nessa época, frente à oportunidade que surgia, coloquei em prática um sonho de criança, que era iluminar e dar outro sentimento para as pessoas que visitam este local”.

Dona Maria do Carmo Pereira da Silva, moradora de São Roque, acompanhou o evento e ficou encantada pela beleza da cerimônia e o sentimento que ela traz aos presentes. “Fiquei encantada com as luzes e o ambiente. O Cemitério ganhou um novo sentido para mim, um lugar que a saudade está presente, mas a tristeza foi embora”, comentou a aposentada.

Edmundo ressalta que a Cerimônia das Velas busca trazer um novo significado para o dia de Finados, para que não recordasse apenas tristezas e sim, momentos de alegria e celebração àqueles que amamos, mas que já partiram. “A quantidade de velas acesas é o que menos importa, no meio de tantas almas boas que ajudam a manter acesas as chamas que iluminam o cemitério nesse dia”, finalizou Edmundo.

Na sexta-feira (02), Dia de Finados, também foi celebrada a tradicional Missa de Finados no Cemitério das Luzes, contemplando aqueles não puderam comparecer na noite anterior.