AgroNotícias por Mauricio Picazo Galhardo

RIBEIRÃO PRETO. O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, recebeu dia, 28 de fevereiro, na sede da Pasta, na Capital, o vereador de Ribeirão Preto Rodrigo Simões para discutir os desafios e perspectivas da atividade agropecuária da região. O secretário destacou que Ribeirão Preto é uma das mais importantes e pulsantes regiões agrícolas do Brasil.

CITROS E CAFÉ. O primeiro curso de “Simpósio sobre os avanços na nutrição de Citros e Café” ocorrerá nos dias 11 e 12, das 8h às 17h, em Campinas, no Anfiteatro Otávio Tisseli Filho, oferecido pelo Instituto Agronómico (IAC) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. O objectivo é transferir para profissionais da área novos conhecimentos.

BALANÇA COMERCIAL PAULISTA. Em janeiro de 2018, as exportações do Estado de São Paulo somaram US$ 3,63 bilhões (21,4% do total nacional) e as importações, US$ 5,17 bilhões (36,4% do total nacional), registrando um déficit de US$ 1,54 bilhão, informa o Instituto de Economia Agrícola (IEA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento. Em relação a janeiro passado, o valor das exportações paulistas aumentou 6,5% e o das importações 18%, aumentando o déficit comercial (58,8%).

GUAÍRA. Aconteceu na cidade de Guaíra, na região de Ribeirão Preto, um debate sobre os principais desafios e as oportunidades do setor agropecuário paulista e nacional. O debate contou com a participação de vários representantes e entidades do agronegócio da região. De acordo com o prefeito de Guaíra, José Eduardo Coscrato Lelis, idealizador do evento, o debate buscou focar as principais oportunidades do setor para os municípios.

MILHO. Os preços de milho vêm apresentando fortes altas nos mercados externo e interno, segundo informam pesquisadores do Cepea. No cenário internacional, as cotações são impulsionadas especialmente por preocupações quanto ao clima na Argentina. No Brasil, muitos demandantes estão com baixos estoques e, com isso, precisam ceder nas negociações para conseguir comprar novos lotes de milho – esse cenário é verificado especialmente no mercado paulista.

OVOS VERMELHO E BRANCO. A diferença média entre os preços dos ovos tipo extra brancos e vermelhos atingiu 20,75 reais por caixa de 30 dúzias nesta quinta-feira, 1º (produto a retirar em Bastos – SP), a maior de toda a série histórica do Cepea, iniciada em 2013. Esse resultado está atrelado à menor oferta de ovos vermelhos, o que resultou em uma maior alta de preço para este tipo frente ao branco.

MELANCIA. Com a negociação de nova política de exportação entre o Mercosul e a União Europeia, produtores de Almeria, na Espanha, se preocupam com o volume de melancias que poderá ser enviado pelo Brasil. Segundo notícia do portal Fresh Plaza, as novas negociações envolveriam maior abertura do mercado europeu para os países do bloco sul-americano. A negociação entre os dois blocos econômicos já ocorre há quase 20 anos. Apesar do longo tempo e dos obstáculos para o fechamento do acordo comercial, notícias indicam que nunca se esteve tão próximo de um tratado. As resistências ao fechamento do acordo viriam, principalmente, de produtores franceses de carne, que temem a concorrência com o Brasil.

CENOURA. As cotações da cenoura se mantiveram na região de São Gotardo (MG) na semana (26/02 a 02/03). O valor de comercialização da cenoura “suja” foi de R$ 20,00/cx de 29 kg. A oferta segue reduzida por conta do descarte de parte das raízes, devido à incidência de mela e bifurcações. As cenouras que estão sendo colhidas neste início do mês de março também foram afetadas pelas chuvas no período de desenvolvimento, assim como o observado em fevereiro. A expectativa para a próxima semana é que os descartes permaneçam, o que pode manter a oferta reduzida em São Gotardo.

(Texto(s): Secretaria Agricultura S.Paulo, Cepea/Esalq, HFBrasil)
Email: [email protected]
Jornalista voluntário MTB 64.425/SP