AgroNotícias por Mauricio Picazo Galhardo

SOLO. A Secretaria de Agricultura marcou presença no 8º Abisolo Fórum e Exposição Internacional Tecnologia & Integração, que foi promovido pela Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal (Abisolo), em Campinas, São Paulo. Coordenado pelo jornalista Willian Waack.

DEFENSIVOS. A Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo oferece ao produtor rural opções que dispensam o uso de produtos químicos. Trata-se do controle biológico, que já tem pesquisas desenvolvidas e eficazes para diversas culturas e será apresentado durante a Agrishow – Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, em Ribeirão Preto.

COMISSÃO. Foi instalado no Ministério da Agricultura, a Comissão de Desenvolvimento Sustentável do Agronegócio, que tem como objetivo estruturar e publicar a agenda estratégica do Mapa para a sustentabilidade. O Brasil é o único país do mundo que tem a dupla vocação de grande produtor de alimentos e também de importante fornecedor de serviços ambientais.

SAFRA. A Fiesp está encaminhando o Boletim Informativo sobre o 7º Levantamento da Safra Brasileira de Grãos 2018/19, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O sétimo levantamento de grãos da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB), para a safra 2018/19, prevê produção de 235,3 milhões de toneladas.

ESCOLA. No próximo dia 23 de abril acontece, em Ribeirão Preto, o início do Programa Educacional “Agronegócio na Escola”, desenvolvido pela Associação Brasileira do Agronegócio da Região de Ribeirão Preto, desde 2001. Em 18 anos, o Programa chegou a 106 municipios, capacitou 3.289 professores e beneficiou 238.030 alunos.

HORTAS URBANAS. Plantar e colher em varandas ou janelas de casa, no quintal ou no meio da cidade tem sido uma experiência transformadora em muitas comunidades. A agricultura no meio urbano é uma iniciativa incentivada para aproveitar áreas públicas, produzir alimentos orgânicos e aproximar as pessoas da terra. O projeto de lei que tramita na Câmara (PL 906/2015) institui a Política Nacional de Agricultura Urbana.

INSUMOS. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) criou um Grupo de Trabalho Técnico (GTT) para tratar da criação e implementação do Programa Nacional de Insumos para a Agricultura Orgânica – Programa Bio-insumos. Sob coordenação da Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação, o grupo de trabalho será integrado por representantes de outras três secretarias do Mapa.

INOVAÇÃO. O Ministério da Agricultura, vai criar em Londrina (PR) um polo tecnológico de inovação agropecuária, o primeiro de um conjunto de cerca de 12 que serão espalhados pelo país, em parceria com o Ministério da Educação e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. O objetivo é que os polos contribuam para aprimorar o ambiente de inovação tecnológica, criando mais condições para que empresas, startups e universidades interajam e proporcionem resultados mais rápidos e precisos para a agropecuária.

100 DIAS. A criação do Selo Arte para a comercialização de produtos artesanais do agro também está entre as medidas em andamento nesse período. As secretarias de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação (SDI) e da Defesa Agropecuária (SDA) trabalham em conjunto com outros órgãos de governo e entidades na regulamentação de um selo que será criado para identificar os alimentos artesanais. Um grupo de trabalho está definido e a regulamentação do Selo Arte, que irá identificar e autorizar a comercialização interestadual de alimentos de origem animal produzidos artesanalmente.

INTEGRIDADE. A ministra Tereza Cristina assinou, no Palácio do Planalto, Termo de Compromisso com a Integridade Pública. O ato, também assinado pelos ministros da Saúde, Luiz Mandetta, e da Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário, na solenidade de cem dias de governo, tem o objetivo de fortalecer o combate à corrupção.

TOMATE. O preço do tomate salada longa vida fechou o mês de março 34% maior que o de fevereiro na Ceagesp. Em valores nominais, se comparado a fevereiro de 2018, o aumento foi ainda mais expressivo, de 56%. Apesar da alta, a proporção do tipo 3A (de melhor qualidade) é baixa devido ao clima chuvoso e ainda quente.

([email protected])