As decepções com o governo e o judiciário

Quando falamos em judiciário, a imagem que nos vem à mente é a de algo que está acima de qualquer suspeita, e expressão máxima da verdade e da justiça. No entanto, as últimas atuações do STF e do TSE deixaram muito a desejar, decepcionando a população, e fazendo-a sentir-se usando nariz de palhaço.

Que a operação Lava Jato é uma das mais importantes ações no país, nós já estamos cansados de saber, e que a maioria dos integrantes do governo quer por um fim nela, também já é do conhecimento de todos. Porém, as manobras para que isso aconteça, já ficaram para lá de escandalosas.

Além do governo, reduzir drasticamente o orçamento da Polícia Federal, dificultando assim seu trabalho, trocou o ministro que a comandava por outro, que no passado, já criticava suas atuações, não sendo surpresa que em breve ele passe a criar obstáculos para seus trabalhos.

Junte-se a isso, o incômodo que alguns ministros já demonstraram com a importante operação, o que indica, que outros ataques poderão ocorrer num futuro próximo. E falando em STF, quantas decepções alguns de seus ministros causaram nos últimos tempos… Existe um “acórdão” entre eles? Porque o que dá a entender é que está tudo combinado…”um morde, e o outro assopra”, e assim, fica parecendo que a disputa entre eles foi altamente técnica, e que os resultados foram imparciais e a justiça aplicada. Será?

Já deu para notar que entre eles, existem os que são da “turma do mal”, e outros que são da “turma do bem”. Para saber quem é quem, basta analisar suas condutas, ponderando se elas estão a favor dos interesses da nação e de encontro com a vontade popular.

Quanto ao julgamento da cassação da chapa Dilma – Temer no TSE, mais uma vez pudemos assistir a um espetáculo circense. Alguns dos ministros que lá estavam, foram nomeados recentemente pelo Temer, e, coincidentemente, foram os que votaram contra a cassação.

Inclusive, a imprensa mostrou que o presidente fez uma viagem na qual estava também um dos juízes que participaria do julgamento. Pode não haver nada contra…mas é altamente suspeito. E a denúncia sobre o uso da ABIN pelo Temer para investigar a vida de alguns ministros que estão incomodando o governo? Isso ficou muito mal, pois a retaliação ficou evidente.

A história do momento político que estamos vivendo com certeza será tema de algum filme no futuro, o qual deverá ser recorde de bilheteria.

Nós temos o poder nas mãos, e não podemos permitir que essa palhaçada se perpetue. O povo unido poderá mudar essa situação, e fazer um futuro digno para o Brasil.