Conselhos para a semana!

A vibração da semana sendo representada pela carta do Tarô, A JUSTIÇA, estará provocando de forma intensa as consequências de nossas ações no mundo, podendo inclusive, acionar mecanismos psíquicos e psicossomáticos, sobre aqueles cujas ações forem negativas e prejudiciais aos outros, resultando em culpa e na paga pelos males que foram feitos.

Na vida, todos seremos julgados e dada à lei do RETORNO, tudo o que fazemos de bom ou de ruim, nos será devolvido.

Muitos na vida não entendem quais os motivos que os levaram a receber tantas e tantas negatividades, inclusive doenças (psicossomáticas) e toda a má sorte em eventos nefastos. Mas é certo dizer que muitos que sofrem hoje, estão pagando pelos males que provocaram no passado aos outros.

A vibração da semana será intensa e enérgica, tudo estará tendo a acontecer rapidamente (de bom ou de ruim), sendo assim, é de fundamental importância avaliar as nossas intenções e ações.

Mesmo aqueles que estão sendo injustiçados, não podem perder a fé e a certeza de que a justiça será feita, pois com TODA A CERTEZA ela OCORRERÁ, libertando os INJUSTIÇADOS e PUNINDO SEVERAMENTE OS INJUSTOS!

Aqueles que possuem ações judiciais estarão recebendo os resultados positivos ou negativos (dependendo claro, do merecimento de cada um), mas os processos estarão sendo tratados de uma maneira mais ACELERADA.

Muitas ilusões terão o seu fim durante a semana, pois estaremos tendo a razão e o bom senso estimulados, estaremos agindo com mais imparcialidade e integridade, daremos total atenção e valor aos nossos princípios, e isso gerará a quebra das teias que nos são envoltas pelo egoísmo e más intenções dos outros.

É uma ótima semana para tomar atitudes, resolver o que esteja pendente, falar o que precisa ser dito, evitar acima de tudo e qualquer coisa, ficar empurrando as questões da vida com a barriga.

O MAIOR CONSELHO AQUI é para ter certeza e consciência dos seus atos, se não tiver busque por ela, AJA DE FORMA CLARA, RETA E CORRETA, pois a JUSTIÇA DA VIDA estará atenta aos teus merecimentos e se não agir, também.