Cervejas para o verão


A cerveja, independente da estação do ano, tem um consumo regular entre os apreciadores. Mas, se tem uma estação que a bebida é mais apreciada, é no verão. Sol forte, calor intenso, piscina e praia combinam muito bem com uma boa cerveja.

Uns estilos combinam mais e não precisa apostar na loira estupidamente gelada para saciar a sua sede. Nem água muito gelada mata a sede, quem dirá cerveja. Tudo parte do gosto pessoal de cada um. Usando da minha experiência com o público cervejeiro e as tendências de mercado, as próprias cervejarias aproveitam da estação e lançam cervejas mais leves, com sensação de frescor vindo dos aromas cítricos, baixo corpo e teor alcoólico, maior acidez e ausência de dulçor. Isso proporciona uma grande experiência sensorial.

O estilo sensação do momento é Catharina Sour – estilo de cerveja genuinamente brasileiro, nascido em Santa Catarina em 2015. A cerveja é acida, devido ao seu baixo PH, traz um final seco e frutado. Tradicionalmente, usa-se uma fruta da estação para aumentar o perfil frutado, aroma e coloração. Possui baixo teor alcoólico e alto Drinkability. Pensem em uma cerveja refrescante!

O estilo mais comum são as pilsens, sejam elas: german pilsen, bohemia pilsen ou american pilsen. Ambas são leves, com sabor e aroma maltado, seca, baixa graduação alcoólica, límpida e de coloração amarela clara ao dourado.
Witbier (Vit bier), um estilo belga, querido no Brasil, se tornou sinônimo de refrescância. Trata-se da cerveja de trigo
belga, com raspas de laranja e sementes de coentro. De cor palha, sabor e aroma cítricos, provenientes das raspas de laranja e sementes de coentro, corpo leve e graduação alcoólica baixa.

Aproveitem essas dicas e curtam o verão de forma prazerosa. Cada um desses estilos possuem variações de cervejaria para cervejaria, porém, a qualidade empregada vai te surpreender. Saúde!

Beba menos, beba melhor!
Para produzir sua própria cerveja entre em contato pelo
e-mail [email protected]
Instagram @roger_santiago_o
#culturacervejeirasr

Por Rogério Santiago