Com centenas de itens raros, ‘Batman 80 – A Exposição’ permite imersão em Gotham City

O Batman foi criado em 1939 por Bob Kane e Bill Finger. Após 80 anos, o personagem continua a protagonizar boas histórias em diferentes mídias e toda essa trajetória é exibida na exposição “Batman 80”, que começa nesta quinta-feira (5) no Memorial da América Latina em São Paulo.

Organizada pela Chiaroscuro Studios e a Caselúdico, a mostra tem como principal objetivo homenagear o Homem-Morcego para todos que de alguma forma tiveram contato com ele. Pequenos brinquedos, quadrinhos raros, estátuas enormes e cenários inteiros fazem parte do acervo e conseguem atingir todos os tipos de fã do vigilante de Gotham.

Com mais de 500 itens, a coleção apresentada é pertencente a Marcio Escoteiro, advogado carioca conhecido por ser um dos maiores colecionadores de Batman do mundo, e Ivan Freitas da Costa, que também é o curador da evento e sócio-fundador da CCXP e da Chiaroscuro Studios.

“Em 2009 fiz uma exposição dos 70 anos do Homem-Morcego e desde então comecei a planejar a exposição dos 80 para levantar o acervo necessário que contasse essa história e também para construir uma experiência que fosse diferente a todos”, conta Freitas, que é conhecido por ser fanático pelo herói da DC Comics.

O passeio, como diz o curador, é uma “história” pela mente de Bruce Wayne. O trajeto começa na mansão dos seus falecidos pais e explora diferentes partes do psicológico do bilionário. Dessa forma, vemos setores específicos de várias pessoas que passaram pela sua vida, como Selina Kyle, a Mulher-Gato, e o seu maior vilão: Coringa.

Serviço

Memorial da América Latina (av. Auro Soares de Moura Andrade, 664; 3823-4600)
Até 15/12
R$ 35 a R$ 45