“Surfando nas ondas do rádio”


A Praça Matriz de São Roque já foi o point da juventude. Conheço vários casais que se formaram ou se desfizeram enquanto davam voltas por lá. Homens parados em torno da praça e mulheres ao centro circulando. Não sei se estou sendo muito fiel a verdadeira história por que isso tudo foi transmissão oral de amigos e familiares.

Por mais que você não repare, nossa vida poderia ser contada por uma trilha sonora. Sempre está rolando uma música que nos marca de alguma forma. Não era diferente nessa época. A Rádio Cacique de São Roque promovia shows ao vivo (tipo de calouros) e transmitia em caixas que ficavam penduradas nos postes. Era um fervo.

Assim começava a história do rádio em São Roque, e dando um salto no tempo encontraremos a Rádio Universal. Quem não se lembra do programa “Linha Direta” que a gente ligava e tinha a grande novidade de ouvir a própria voz no rádio pedindo e oferecendo músicas para pessoas? Era o aplicativo de paquera da época.

Uma voz que ficava familiar, dezenas de músicas oferecidas para a mesma pessoa e pronto: alguém virava a sensação do momento. Hoje São Roque tem a Coluna FM, uma rádio comunitária ganhadora de projetos do Governo Federal e que tem continuado este legado resistindo bravamente a era tecnológica, que no fundo é fruto daquelas caixas dos postes da antiga Praça da Matriz de São Roque.

Rogério Alves – maestro e produtor cultural