São Paulo terá Super Bowl LIII exibido ao vivo nos cinemas


Além do jogo clássico da NFL, transmissão também conta com o esperado show do intervalo com a Banda Maroon 5

Os fãs da liga de futebol americano NFL podem comemorar: está confirmada a exibição, nos cinemas de mais uma edição do maior espetáculo esportivo do planeta: o Super Bowl.

Já virou tradição. É o sexto ano consecutivo que a Cinelive e a ESPN levam a emoção do evento para as telonas. Somente na edição passada, foram mais de 12 mil pessoas que buscaram imersão, conforto, interatividade e, acima de tudo, diversão nas mais de 110 salas por todo o Brasil.

O Super Bowl LIII será realizado no dia 3 de fevereiro, no Mercedes-Benz Stadium, em Atlanta – Georgia – nos Estados Unidos. Os times que disputarão a grande final da NFL e concorrerão ao troféu Vince Lombardi serão conhecidos em 27 de janeiro quando ocorrem as finais de conferência.

Como nos últimos anos, Rômulo Mendonça e Paulo Mancha comandarão transmissão, com narração e comentários exclusivos. A dupla esbanja experiência com análises inteligentes, sempre marcadas por boas pitadas de humor.

Quem vai aos cinemas pode interagir ao vivo com a hashtag #SuperBowlNoCinema, um atrativo a mais, permitindo que espectadores de todo o Brasil troquem experiências de como é assistir à final na telona.

Show do intervalo

Outro ponto alto do Super Bowl é o show do intervalo, que sempre reúne grandes bandas e astros do pop internacional. Este ano, a participação será da banda Maroon 5, já confirmada. Os fãs também poderão acompanhador o show com a sensação de estar dentro do estádio, próximo dos seus ídolos.

Os ingressos estão a venda no site da Cinelive – www.cinelive.com.br e nas bilheterias dos cinemas participantes.

Super Bowl é sucesso no Brasil

Se o Super Bowl é o evento mais assistido na TV dos Estados Unidos e o segundo em audiência a nível mundial, no Brasil a situação não é muito diferente, uma vez que o País já é o segundo maior mercado da NFL fora dos Estados Unidos, atrás apenas do México.

A transmissão da edição passada do evento levou a ESPN a liderar a audiência na TV paga e quebrou o recorde de público pelo terceiro ano consecutivo. A plataforma de streaming Watch ESPN registrou o maior número de acessos únicos em um dia de toda a sua história.