Após sucesso de ‘Shazam!’, veja como fica o calendário de filmes do Universo DC

 

A boa recepção de “Shazam!” traz um novo fôlego para o Universo DC nos cinemas. Sete filmes estão planejados para os próximos anos, que vão da continuação de “Aquaman” – maior bilheteria mundial da franquia – a um novo filme solo do Batman.

Dentre as novidades recentes está a possível criação de um sub selo do Universo Estendido DC, que deve se chamar DC Dark ou DC Black. Segundo o The Hollywood Reporter, a ideia é que os filmes dessa marca sejam produções mais baratas e sob o comando de grandes nomes de Hollywood. O primeiro longa deste selo pode ser “Coringa”, com produção de Martin Scorsese (“Taxi Driver”).

De acordo com a apuração da revista especializada Entertainment Weekly, o calendário de filmes confirmados do Universo Estendido DC fica assim:

  • “Coringa”
    4 de outubro de 2019 (provavelmente sob o selo “DC Dark”)
  • “Aves de Rapina (e a Fantabulosa Emancipação da tal Arlequina)”
    7 de fevereiro de 2020
  • “Mulher-Maravilha 1984”
    5 de junho de 2020
  • Filme solo do Batman
    25 de junho de 2021
  • Sequência de “Esquadrão Suicida”
    6 de agosto de 2021
  • Sequência de “Aquaman”
    16 de dezembro de 2022

Em relação ao filme solo do Flash, há poucas certezas. A produção está cercada de rumores e não existe confirmações da Warner sobre o estágio atual da produção – ou mesmo se o ator Ezra Miller segue como protagonista do longa. Em um primeiro momento, a ideia era que o arco “Flashpoint” fosse o escolhido para a adaptação e, de certa forma, reiniciasse o universo no cinema.

“The Kitchen” não está nessa lista por ser da Vertigo – o selo adulto da DC Comics. Contudo, a produção segue a todo vapor e deve estrear dia 9 de agosto de 2019, nos Estados Unidos. Tiffany Haddish (“Viagem das Garotas”), Melissa McCarthy (“Poderia me Perdoar?”) e Elisabeth Moss (“The Handmaid’s Tale”) são mulheres casadas com membros do alto escalão da máfia irlandesa. O longa, ambientado na década de 1970, conta com a direção de Andrea Berloff (“Herança de Sangue”).