Bilhões de reais são gastos ‘em filmes que ninguém vai ver’, diz ministro

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, disse nesta quinta-feira (22) acreditar que os programas de incentivo ao cinema tornam as produções piores em qualidade. Segundo ele, hoje há bilhões de reais gastos “em filmes que ninguém vai ver”.

Em evento do Grupo Voto em São Paulo,  Terra destacou que, dos 171 lançamentos em 2018, “cinco têm bilheteria”. “E dos que têm bilheteria um é o daquele pastor, da história dele, que não teve recursos da Lei Rouanet”, afirmou, em referência ao filme sobre Edir Macedo.

O ministro disse ainda que as mudanças na distribuição de recursos da Lei Rouanet não quiseram prejudicar Rio de Janeiro e São Paulo, mas ponderou que é importante ter recursos em outras regiões. E, para ele, os esforços surtiram efeito. “A última pesquisa que fizemos mostra 50% dos recursos no Rio e em São Paulo, antes era de 80%.”

O ministro concluiu ressaltando que a cota para filmes nacionais no cinema “não pode durar muito” e enfatizou que também pretende rever a lei de incentivos na área de Esportes.


FONTE: Jovem Pan *Com Estadão Conteúdo