Mairinque atinge boa pontuação no Programa Município VerdeAzul e se destaca na região


A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Sustentável de Mairinque participou em dezembro da certificação do Programa Município VerdeAzul – PMVA, organizado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.
Mairinque somou nesta edição 73,19 pontos, pontuação recorde na história da cidade na certificação, ficando entre as maiores notas entre os municípios da região.

Representando o município estiveram presentes o secretário de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Manoel Justo, a diretora do Departamento de Meio Ambiente e Agricultura, Ely Yasuda, e o técnico responsável pelo projeto, Sergio Fernandes Junior.

De acordo com Sergio esse resultado foi muito positivo o que também indica a tendência do Programa em avaliar o crescimento dos municípios, considerando mais as ações em longo prazo. “Esse ano seguimos as mesmas diretrizes da edição passada e estamos entusiasmados com o resultado. Sabemos que ainda existem muitos desafios, mas conforme as diretrizes do PMVA, através de seus indicadores e avaliadores, estamos evoluindo pelo caminho correto”.

O secretário Manoel comenta que o tratamento de esgoto é o principal ponto que prejudica a cidade na certificação do Programa, uma vez que apenas os municípios que atingem a marca de 80 pontos e tratam alguma parcela do seu esgoto recebem incentivos do Governo Estadual.

“A média das notas das diretivas para Mairinque foi 7,8, enquanto o critério de esgoto tratado foi avaliado como 4,6, sendo essa a pior nota do município no Programa. Infelizmente, isso tem dificultado à cidade receber recursos importantes para o Meio Ambiente, já que a Estação de Tratamento de Esgoto – ETE deveria estar em pleno funcionamento, conforme o Plano de Saneamento, e ainda nem teve suas obras iniciadas”.

O Programa Município VerdeAzul, lançado em 2007, tem a proposta de medir e apoiar os 645 municípios do Estado de São Paulo em temas voltados ao meio ambiente e desenvolvimento, como esgoto tratado, resíduos sólidos, biodiversidade, arborização urbana, educação ambiental, cidade sustentável, gestão das águas, qualidade do ar, estrutura ambiental e conselho ambiental. Este ano, o município apresentou aproximadamente 80 relatórios comprobatórios das ações realizadas.