Meu lar é no canil, mas conto com a sua ajuda

Meu nome é Telminha, fui resgata ainda filhote. Moro há mais de 10 anos no canil da Sociedade Protetora dos Animais. Os pelinhos brancos no meu focinho já revelam que sou uma senhora.

Quando fui recolhida tinha por volta de uns 3 meses, estava escondida no mato na beira de uma estrada. A tia que me recolheu já percebeu que eu tinha muito medo, eu dei muito trabalho para ela conseguir me pegar.

Esse medo que por muitos é superado com o tempo, eu não consegui superar. Tenho muito medo do ser humano, não gosto de nenhum contato. Não consigo entender por que tenho tanto medo, eu vejo todos ganhando carinho, mas eu não confio a ponto de deixar alguém se aproximar de mim.

Eu nunca participei de nenhuma Feira de Adoção, porque já tenho dificuldade de me aproximar das tias que tenho convívio frequente, mais difícil ainda seria deixar outras pessoas chegarem perto de mim.

Eu nunca pensei em avançar em ninguém, eu não rosno, nem tento morder ninguém, mas simplesmente não gosto de estar no mesmo local que pessoas. Se, entram para limpar meu canil, eu saio. Quando elas me dão remédio tem que ser escondido em alguma coisa gostosa, mas eu só como quando não tem ninguém perto olhando.

Eu gosto de dar meu passeio no pátio, tomar um solzinho, mas sempre no meu tempo.

Essa é a minha casa, foi o único lugar que morei e vou morar aqui até morrer. Tenho abrigo, ração, cuidados veterinários e respeito. Sou respeitada na minha essência em não querer contato com ser humano, eles me respeitam para que eu possa ter paz e ser feliz.

Talvez, quando ficar mais idosa e doente, vou precisar aceitar cuidados mais pessoais, mas isso será outro capítulo, por enquanto resolvi que vou viver um dia de cada vez.

Como eu tenho vários amigos de quatro patas que vão viver no canil por muito tempo e tudo isso tem um custo, e como a Sociedade Protetora dos Animais de São Roque não recebe nenhuma verba da Prefeitura ou de qualquer outro órgão, precisa realizar eventos para conseguir dinheiro para nos manter.

No próximo dia 1º de julho, sábado das 17h às 22h será realizado o ARRAIÁ CÃOPIRA no Clube Atlético Paulistano. Terá comidas e bebidas típicas e atrações para crianças. Venham participar!

Se você quer me conhecer ou nos ajudar procure a Sociedade Protetora dos Animais.

Telefones: (11) 99853-1459 Rosana, (11) 96387-6604 Lilian
Email: [email protected]
Facebook: Protetora dos Animais Sr
Instagran: protetoradosanimaissr

Texto: Sociedade Protetora dos Animais