Não resista, persista!


Quantas vezes você já não chegou ao final do dia absolutamente exausto, como se não tivesse mais uma gota de energia sobrando para nada?

Enfim, esta pode ser a realidade de muitas pessoas hoje em dia, que vivem a insana luta do dia-a-dia, sem tempo algum para si mesmas e aprisionadas em obrigações que não lhe dão prazer algum.

E se você anda se sentindo assim, perceba que pode ser por dois principais motivos: você não tem clareza do que é realmente importante para a sua vida e se deixa levar pelos acontecimentos e você não se conhece o suficiente para identificar e usar suas forças e talentos em alguma atividade que você realmente ame fazer.

Trabalho sem amor esgota. E qualquer tarefa feita sem a consciência da sua importância, esvazia ao invés de preencher e trazer satisfação.

Quando eu me aceito, eu tenho a chance de reconhecer o que preciso mudar!

A falta de autoconhecimento é a grande vilã daqueles que sofrem aprisionados em suas convicções limitantes.

Imagine você daqui a 10 anos fazendo tudo o que você está fazendo hoje, sem mudar nada. Você se vê feliz?

Como estão os seus relacionamentos com família, amigos, trabalho? Você trata com gentileza essas pessoas? O que as pessoas falam de você?

Um excelente termômetro para medirmos a qualidade de nossos relacionamentos é se perguntar: Estou sendo gentil comigo? Sabe por quê? Porque nós flagelamos a nós mesmos mais do que a qualquer outra pessoa, quando não conseguimos nos perdoar.

A lei que move o universo é a lei do Amor e quando não nos movemos com ela, estamos indo na contramão da alegria, da prosperidade e do bem-estar em nossas vidas.

De repente nos vemos ali, presos no olho do furacão, pedindo socorro e esperando que sejamos salvos, quando descobrimos que nós nos abandonamos.

E é nestas horas que precisamos aprender a gentileza do perdão, aprender a olhar para os problemas como veículos de manifestação do nosso Eu carente de atenção. O problema nesta hora é que não vemos que tudo o que nos acontece é reflexo da nossa desorganização emocional, da ignorância de quem somos e do que nos propusemos a ser ao longo desta existência.

Nesta hora, não resista ao pedido do seu coração. Seja gentil com você para ser gentil com aqueles que cruzam o seu caminho. Troque o cansaço por um sorriso para alguém. Quando somos gentis, temos uma sensação magnífica dentro de nós. E algo dentro de você lhe diz: “é assim que eu deveria me sentir o tempo todo”. Se o trabalho não está bom, pergunte-se se há algo que você possa fazer para que ele fique melhor. Se o relacionamento familiar anda tenso, faça algo que a outra pessoa se surpreenda positivamente com você. Cada gentileza que fazemos cria uma onda sem fim de positividade que pode ser a energia que você precisa para pensar melhor, e escolher melhores alternativas para a sua rotina de vida.

Crie um fluxo positivo de amor. Faça isso enquanto toma o seu banho no chuveiro, imagine que a água que cai está limpando a carga pesada que te impede de se sentir bem. Experimente imaginar isso antes mesmo de entrar em casa. Puxe o ar, respire e sinta que o ar faz o seu pulmão se encher de paz. Um exercício assim umas 3 ou 4 vezes vai ajudar muito na mudança do seu estado emocional.

Nós não precisamos ter tudo o que queremos na vida para sermos felizes, mas precisamos ser felizes para conquistar tudo o que queremos!

Sonhe! Saiba por que este sonho é importante para você e persista na sua realização.

Treine nos comportamentos, mais positivos, destrave os seus talentos e esforce-se dando um passo de cada de vez. É assim que a gente sobre uma montanha!

Faça Seu Céu Brilhar
Aqueles que levam o brilho do sol às vidas dos outros não podem mantê-lo longe de si mesmos!
Contato:
Maria D’Arienzo – Astróloga e Master Coach
Faça seu Mapa Astral
WhatsApp: (11) 99251-7624
Site: https://facaseuceubrilhar.com.br/