Pacientes da UBS Alzira Moraes de Almeida reclamam pela redução de vagas para atendimento médico

Nesta semana, moradores de Alumínio, que utilizam a UBS Alzira Moraes de Almeida, reclamaram ao vereador Edmo Bofete sobre a falta de vagas para atendimento médico.

De acordo com os munícipes, antes da aposentadoria do dr. Marcelo Bernardes, os moradores dos bairros Itararé, Alto do Itararé, Areia Branca e Carafá, tinham atendimento na UBS três vezes por semana, sendo atendidos no mínimo 20 pacientes por dia. “Tal número era suficiente para suprir as necessidades das comunidades que são atendidas pela UBS Alzira Moraes de Almeida”, justifica o edil.

Em requerimento protocolado nesta semana, o vereador aponta or problemas vividos pelos moradores após a aposentadoria do dr. Marcelo. “Os moradores das adjacências da UBS estão sofrendo com a falta de atendimento médico, pois houve a diminuição nos dias de atendimento, agora sendo realizado somente as segundas-feiras, após o meio dia, e sendo atendidos somente 10 pacientes por dia”, ressaltam.

Sendo assim, o tempo de espera no agendamento de consultas aumentou significativamente. “Antes era de semanas, passando agora para no mínimo 4 meses de espera”, explica.

No documento o edil solicita informações sobre as razões para essas mudanças e sugere que um médico atenda na unidade três dias da semana.