Membros do PCC são presos em quatro cidades da região

Na madrugada de quarta-feira, 13, quatro homens acusados de integrar a facção criminosa do PCC (Primeiro Comando da Capital) foram presos, em três cidades da região.

As prisões ocorreram nas cidades de Cotia, Vargem Grande Paulista, Osasco e Barueri, além do bairro João 23, na cidade de São Paulo.

A segunda fase da Operação Babilônia 2, realizada pela Dise (Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes), da Seccional de Carapicuíba foi um desdobramento da primeira Operação Babilônia, realizada em 2018, onde foram cumpridos 25 mandados de prisão contra integrantes do PCC, ligados principalmente ao tráfico de drogas.

As investigações incluíram escutas telefônicas dos suspeitos, e desta vez foram emitidos 15 mandados de prisão temporária e outros 14 de busca e apreensão em vários pontos de cidades da região.

“Somente de escutas telefônicas, foram 5 meses de investigações. Encaminhamos tudo para a Justiça e obtivemos os mandados. Além dos 4 presos nessa ação, outros 6 já estavam detidos, por terem cometidos outros crimes ao longo das investigações”, explica do delegado Heron Mauro Aves da Silva, titular da Dise em entrevista ao Web Diário.

Já os mandados de busca e apreensão resultaram na coleta de celulares e anotações, que vão ajudar no restante das investigações, incluindo o paradeiro dos 5 suspeitos que seguem foragidos. Além disso, em um dos imóveis alvos de buscas, os investigadores flagraram 2 quilos de cocaína em pasta. O morador do local, um angolano, foi autuado. Segundo o delegado, a operação envolveu 40 viaturas e 80 policiais da Seccional de Carapicuíba.