Um celular é roubado a cada cinco minutos em São Paulo

Dados obtidos com exclusividade pela Rádio Bandeirantes indicam que um celular foi roubado no ano passado a cada cinco minutos na cidade de São Paulo. É, de longe, o item mais visado pelos ladrões: foram 97 mil, ou seja, 25% de todos os roubos registrados na capital.

Em dezembro, a área preferida dos assaltantes foi a zona sul: 1,7 mil dos 8,5 aparelhos roubados no último mês do ano passado. O centro foi a segunda região mais atingida: 1,3 mil celulares levados por ladrões com algum tipo de ameaça, o que caracteriza a tipificação do crime.

A maioria dos aparelhos roubados é revendida ou desmanchada em lojas no centro. O governador João Doria diz que desde quando tomou posse, em janeiro, o combate aos receptadores ganhou força no Estado.

A cúpula da Segurança Pública de São Paulo também foi procurada pela reportagem da Rádio Bandeirantes. Para o secretário executivo da Polícia Civil, Youssef Abou Chahin, a situação chegou a um limite intolerável e a lei precisa ser mais rigorosa.

A pena para o crime de roubo no Brasil é de 4 a 10 anos de prisão e a de receptação, 1 a 4. O simples roubo de um celular, muitas vezes, acaba gerando crimes ainda mais graves. De um total de 80 latrocínios na capital no ano passado 10 foram por causa de um telefone.

Fonte: Metro Jornal