Astronauta Marcos Pontes confirma que será ministro de Ciência e Tecnologia


O astronauta Marcos Pontes revelou que será o próximo ministro da Ciência e da Tecnologia do governo de Jair Bolsonaro (PSL). Em vídeo publicado no Facebook, nesta segunda-feira, ele ressaltou que falta o anúncio oficial, mas já falou como titular da pasta. Após deixar a residência do parlamentar, no Rio, Pontes celebrou o que chamou de “momento histórico” para o país.

“Novo presidente, novos rumos para o país. Eu estou muito feliz de ter participado não só da campanha, mas também da oportunidade de participar deste novo governo em uma área que tem sido a minha vida por 41 anos. Como vocês sabem, ele tem falado sempre no meu nome, mais ou menos como o “posto Ipiranga” da Ciência e Tecnologia. E agora só falta o anúncio oficial da minha indicação para ministro”, destacou.

O astronauta se disse “muito feliz” com a indicação ao novo cargo e elencou uma série de desafios e objetivos gerais para a pasta. Segundo ele, o objetivo é investir em educação e conhecimento científico para, na ponta da cadeia, gerar empregos.

“Muitas coisas a fazer. Educação para formar cidadãos qualificados, ciência para desenvolver ideias e soluções específicas para o Brasil, tecnologia para transformar essas ideias em inovações que vão se transformar em novos produtos e vão se transformar em novas empresas, em novos empregos. Esse ciclo virtuoso é o que a gente quer criar no Brasil”, disse Marcos.

Pontes agradeceu pelo apoio de internautas e ressaltou que tem “orgulho” de sua terra. Em 2006, o astronauta se tornou o primeiro brasileiro a ir ao espaço. Na missão, para a qual decolou do Casaquistão, ele viajou durante dez dias a bordo da nave Soyuz TMA-8.