Bolsonaro deve reajustar preço do café, trigo e laranja

Os preços mínimos do café, trigo e laranja deverão subir entre 3,93% a 20,83%. A portaria (31) com os novos valores será publicada nesta terça-feira, 12, no Diário Oficial. O Conselho Monetário Nacional aprovou, em reunião realizada no último dia 27 de fevereiro, o aumento dos preços.

O café conilon deve ter reajuste de R$ 202,19/60kg para R$ 210,13/60kg, variação de 3,93. Já o tipo arábica passará de R$ 341,21/sc 60kg para R$ 362,53/sc 60kg, alta de 6,25%.

A laranja in natura (Citrus sinensis) deve subir de R$ 13,20/cx 40,8kg para R$ 15,95/cx 40,8kg, reajuste de 20,83%.

O preço do trigo em grão terá variação de 12,16%. O trigo tipo 1 para os estados da região Sul, por exemplo, ficrá em R$ 42,49/60kg. Antes era R$ 37,88.

Os produtos fazem parte da Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM). Segundo o Governo, o reajuste leva em consideração custos variáveis de produção apurados pela Conab. Os valores servem como balizadores nas linhas de financiamento para comercialização.