Dança dos vices: quem são os nomes cotados para formar chapa com os presidenciáveis

Michel Temer (MDB), que conversa com Geraldo Alckmin (PSDB), que negocia com Rodrigo Maia (DEM), que não descarta alianças com partidos de centro. Enquanto isso, petistas conversam com Ciro Gomes (PDT), que não descarta unir forças com outras legendas de centro esquerda. Os mais de 20 pré-candidatos à Presidência da República começam a se afunilar e intensificar a discussão de possíveis alianças. Em jogo, a formação de coligações para as eleições em outubro, com especial atenção para quem irá ocupar a vaga de vice-presidente nas chapas.

A movimentação mais intensa acontece entre os partidos de centro, responsáveis pela sustentação do governo do presidente Michel Temer, que chegou a cogitar ser candidato à reeleição, apesar de ter entre 1% e 2% na última sondagem de intenções de voto*. Temer defendeu que o centro se organizasse em torno de uma única candidatura, mas admitiu em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo que essa possibilidade está cada vez mais distante.

A matéria completa está no site da Gazeta do Povo.