Doria quer acabar com as praças de pedágio e reduzir os preços das tarifas

O governador João Doria (PSDB) afirmou na quinta-feira, 11, em entrevista à Rádio Jovem Pan, que vai eliminar as praças de cobrança de pedágio nas rodovias paulistas. O pagamento da tarifa passará a ser feito por meio eletrônico, a partir de adesivos colocados nos vidros dos carros.

De acordo com ele, a nova modalidade também permitiria aos usuários fazer o pagamento por meio de cartões de créditos, já que o pagamento cairia direto na fatura. “O sistema será muito mais dinâmico, porque o motorista não precisará parar para proceder o pagamento. O selo no carro será o indicativo para a cobrança”, argumentou Doria.

Além dessa mudança, o governador também anunciou estudos para redução dos preços das tarifas. Mas isso só deve acontecer em negociações de renovação dos contratos de concessão das rodovias. “Temos concessões que vão vencer até 2022. Para todas as que a lei permitir vamos fazer renovação em vez de novas licitações. O governo de São Paulo tem interesse em serviços e reduzir o valor do pedágio”, disse.

De acordo com Doria, outras medidas para garantir reduções serão as cobranças por trecho percorrido e valores diferenciados por horários. “Teremos dois fatores novos: a tarifa ponto a ponto e a flexível. Na primeira, por exemplo, em uma estrada de 100 quilômetros, hoje você paga por estes 100 quilômetros, mesmo que percorra apenas 30. A partir da nova concessão, você percorre 30 quilômetros e paga apenas por 30”, detalhou.

Sobre a tarifa flexível, Doria ressaltou que entre 22 horas e 6 horas, o usuário da rodovia poderá ter um desconto de 50% do valor da tarifa. “Diminui custo para logística, diminui poluição, volume de veículos em horários de pico e também menos acidentes”.

O tucano destacou ainda que os investimentos nas renovações de concessões serão voltados para melhorias em estradas estaduais e vicinais. “Vamos melhorar o sistema de vigilância. Todas as estradas terão monitoramento com leitura de placas em segundos, iluminação de LEDs em entradas e saídas de rodovias, assistência em pista”, completou.

Fonte: WebDiario