Controle de Zoonoses de Mairinque alerta para o aparecimento de animais venenosos


Os Agentes de Vetores da Prefeitura de Mairinque alertam a população sobre os perigos existentes no verão, tendo em vista que o sol quente e a chuva estão aliados à proliferação de mosquitos, baratas, escorpiões, aranhas, lagartas e cobras. Nesta época do ano, os munícipes ficam mais expostos aos vírus da dengue, Zika e Chikungunya, além de doenças infecciosas como leishmaniose e leptospirose.

Para a prevenção, é necessário que os cidadãos mantenham os quintais limpos e livres de reservas de água, não acumulem lixo em sacos mal fechados, tirem os pratinhos debaixo das plantas, mantenham suas casas fechadas para a entrada dos escorpiões e aranhas, tampem as frestas, coloquem proteção nas entradas dos ralos e nas portas, prestem atenção nos sapatos e roupas antes de vesti-los, mantenham as camas e roupas de cama separadas das paredes e longe do chão e retirem os restos de construção, madeiras e materiais que não serão utilizados.

Vale lembrar que é extremamente importante não matar ou espantar lagartixas e sapos, pois eles são inimigos naturais dos insetos!

Segundo a Chefe de Divisão de Controle de Zoonoses, Josimara Grinholli, aos sinais de febre alta, dores no corpo e atrás dos olhos, dores nas juntas, manchas, náuseas, vômitos, diarreia e sangramento nas mucosas, o melhor a fazer é procurar o Posto de Saúde mais próximo de sua residência a fim de obter ajuda e orientação.

“Nos últimos anos, as ocorrências com escorpiões cresceram em 24% e há casos de Dengue tipo 2 no Estado de São Paulo, então mesmo sem a epidemia em Mairinque, estamos em alerta! A prevenção é a chave para o controle dessas e outras doenças, então não percam tempo, pois pode ser muito perigoso”, finalizou.