Especialista esclarecem dúvidas sobre alimentos enlatados

Os Alimentos enlatados não precisam de geladeira e têm uma excelente durabilidade. Mas algumas pessoas ainda duvidam da qualidade dos produtos armazenados em latinhas. Para desmistificar alguns aspectos especialistas esclarecem dúvidas sobre o tema.

Produtos enlatados precisam conservantes?

Nem todo necessitam, pois o acondicionamento hermético e o processo de esterilização bem-feito podem dispensar o uso de conservantes. O gerente de fabricação da empresa Bonduelle, explica que os alimentos são cozidos dentro das próprias latas hermeticamente fechadas em altas temperaturas, sem a passagem de ar e luz para o interior das embalagens. “Dessa forma, a lata de aço pode manter as propriedades nutricionais de um alimento por até 5 anos, sem aditivos químicos”, afirma Karine.

Enlatados causam botulismo?

O botulismo (Clostridium botulinum) prefere ambientes com pouco oxigênio. Por isso, ela só existirá dentro de uma lata se o alimento estiver contaminado, se não for bem preparado, se não houver respeito às regras de esterilização, e se for malconservado.

Se as latas estiverem amassadas, comprometem a qualidade do alimento?

Tudo depende da situação da lata. Se ela não estiver estufada, de modo que dê para ver o interior, ou perfurada, não há problema. Segundo a Associação Brasileira da Embalagem de Aço (Abeaço), as latas possuem uma película protetora elástica e moldável, o que significa que o interior continua preservado se a lata for apenas amassada.

Depois de aberta, a lata não pode ser guardada na geladeira, pois ao abrir a embalagem ela não possui um fechamento adequado e o metal em contato com o ar corre risco de oxidar. Depois de aberta precisa ser descartada.