Ibiúna recebe novos profissionais do ‘Mais Médicos’


Desde o dia 3 de dezembro, após a saída dos profissionais cubanos do programa Mais Médicos, Ibiúna conta com sete novos profissionais que se apresentaram e já estão aptos e realizando atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde da zona rural.

A cidade foi contemplada com sete vagas do programa federal. Cada médico atuará em uma das equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF) de Ibiúna. Deste modo, os novos profissionais substituirão os médicos cubanos que deixaram o país depois do fim do convênio entre o governo brasileiro com Cuba.

Os novos médicos do ESF são: Henrique Laporte, que atende no Residencial Europa; Rafael Madureira, no Morro Grande; Lívia Francine, no Piaí; Fernanda Franceschi, no Paiol Pequeno; Marília Isabela, na Ressaca; Fábio Alonso, no Paruru e Eisara Estevez, no Verava.

“Foi um trabalho difícil (se referindo à reposição), mas que deu certo. Foram 198 médicos que se candidataram para Ibiúna. Tenho a certeza da ótima qualidade dos sete profissionais que vieram para a nossa cidade”, ressaltou Samuel Rodrigues, atual secretário de Saúde.

Processo de inscrição

Após rompimento do convênio com os médicos cubanos, o Ministério da Saúde abriu um edital de convocação para médicos que estivessem com o CRM regularizado, que é um número que o profissional adquire após realizar a inscrição no Conselho Regional de Medicina, e que gostariam de ocupar as vagas deixadas pelos profissionais de Cuba. As inscrições para adesão ao Programa Mais Médicos foram feitas exclusivamente pela internet. Durante o ato, os novos profissionais deveriam escolher a localidade desejada conforme decisão individual. Após o resultado da reserva, os médicos deveriam confirmar o interesse na vaga, apresentando-se pessoalmente com a documentação exigida em mãos, na Secretaria Municipal de Saúde da cidade.