Torcendo contra o Brasil


Que o Brasil encontra-se em situação deplorável, ninguém questiona. Os últimos governos conseguiram transformar algo que era próspero em tragédia anunciada. É desnecessário aqui lembrar, as coisas erradas que fizeram, uma vez que todos já estão cansados de ouvir e debater o assunto, bem como sentir na “própria pele”, os efeitos nefastos das atitudes governamentais que jogaram a maior nação do continente no buraco.

As eleições foram realizadas, a despeito da grande possibilidade de isso não acontecer, dada a situação crítica em que a situação se encontrava. Mas, felizmente, as apostas não se concretizaram, e pudemos ver um belo espetáculo que a democracia nos proporcionou: o povo poder escolher o nome que vai governar a nação no próximo período.

Diante da vontade dos brasileiros, o novo presidente já começou a esboçar o plano de trabalho para sua gestão, escolhendo ministros e demais servidores, bem como anunciar as medidas emergenciais que primeiro serão tomadas. O país, depois de muito tempo, estará com suas principais cadeiras ocupadas por personagens altamente competentes, e com reconhecimento internacional. A imagem do Brasil já está sendo vista como a de um país sério, empenhado em superar suas dificuldades, e trazendo de volta a decência que foi perdida.

Muito precisará ser feito para recuperarmos o tempo perdido, e conseguirmos de volta a credibilidade que antes possuíamos. Caímos das alturas, e precisaremos subir a escada do sucesso novamente, e tudo começará com o primeiro degrau a ser galgado. Nesse momento de recomeço, é muito importante que tenhamos algum tipo de ajuda, uma vez que as pernas estão fragilizadas. O mínimo que o país espera é que: se não houver ajuda, que pelo menos ninguém atrapalhe.

Mas, não é isso que estamos vendo acontecer. A banda política que perdeu as eleições, e que deveria aceitar os resultados, assumiu a pior postura que dela se esperaria: já que não ganhei, que tudo se exploda! Artistas consagrados, políticos, empresários e até mesmo ex-presidentes, foram “refrescar” a cabeça, indo se deliciar nos países do primeiro mundo, usufruindo tudo de bom a se acostumaram. Até aí, tudo bem, mas o que não está certo, é eles ficarem difamando o Brasil, dizendo que agora “tudo vai para o buraco”, e que quem vai assumir a presidência é da mais alta incompetência, e que fatalmente não perdurará no cargo por mais de seis meses. Alguns artistas estão convocando do exterior o seu público, para formarem uma oposição devastadora ao novo governo etc.

O que vemos é muito triste. Maus brasileiros torcendo para que tudo dê errado, uma vez que seus anseios não foram alcançados. Em nenhum momento vemos essas pessoas torcerem pelo sucesso do Brasil. Para elas, quanto pior for, melhor será. Não honram o sangue de suas veias, e não merecem estar entre nós. Melhor será que fiquem onde estiverem.