Uso de celular lidera multas de trânsito na Rodovia Raposo Tavares

Apesar dos perigos, muitos motoristas ainda têm o hábito de dirigir e usar o celular ao mesmo tempo. Na região de Sorocaba (SP), a Rodovia Raposo Tavares é o local onde mais multas são aplicadas em consequência da infração.

Várias pessoas são flagradas dirigindo e falando ao celular, inclusive motoristas profissionais e que deveriam dar o exemplo descumprem a lei. É comum ver motoristas tirando as mãos do volante para atender a uma ligação ou digitar mensagens no aparelho.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, em todo o país, foram aplicadas 6.583 multas por uso do celular ao volante nos primeiros três meses deste ano.

Os estados brasileiros que mais registraram esse tipo de ocorrência são Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Goiás.

Nas Rodovias Castello Branco e Raposo Tavares, que cortam a região, foram aplicadas 1.149 multas por uso de celular no primeiro trimestre de 2018. O número é 10% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, quando 1.036 motoristas foram multados.

O que chama a atenção da polícia é o número cada vez maior de motoristas flagrados dirigindo e usando o celular em trechos das estradas que cortam a cidade. Segundo a polícia, a explicação está na irresponsabilidade de não respeitar a lei.

“A pessoa está na cidade, em uma velocidade reduzida, falando ao celular e achando que esse tipo de infração não é tão perigosa assim. Ela acaba caindo na rodovia, que é uma via de velocidade maior, e aí o perigo está ampliado”, explica o comandante da Polícia Militar de Sorocaba, tenente Mário Machado Junior.

Ainda conforme o policial, o motorista precisa lembrar que a vida dele está em risco e também a de outras pessoas que não têm nada a ver com a urgência dele em atender ao celular em movimento.

“Ele colocaria essa questão na balança e veria que vale a pena aguardar e atender ao telefone em um local correto e de uma maneira mais apropriada”, afirma.

Quem for flagrado falando ao celular e dirigindo é multado em R$130,17 e soma quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) pela infração média.

Já quem manuseia o celular comete infração gravíssima, soma sete pontos na CNH e paga multa de R$ 293,47.