A Caixa Preta da Alma

A Astrologia é a arte de interpretar a vida, baseada no que se observa dos astros no céu e sua relação com os eventos na Terra. Interessante que apesar de ser uma ferramenta poderosa de autodescoberta, a única coisa que as pessoas, em geral, costumam saber sobre Astrologia é o seu signo de nascimento, ou seja, o signo em que o Sol transitava no dia em que nasceram.

Cada signo é regido por um planeta, que na sua teia de aspectos e regências, funcionam como decodificadores das experiências que a alma escolheu viver na vida atual. E onde se pode ver tudo isto? Na Roda Astrológica!

O Mapa Astral é uma mandala de forças formada por um círculo de 360 graus, dividido em 12 setores, chamados de casas astrológicas. Cada setor corresponde a uma área específica, onde as energias dos signos e planetas definirão o projeto de vida daquele ser. Uma jornada astrológica que vai da Casa 1 até a Casa 12. Hoje, especificamente, quero falar da Casa 12.: a “Caixa Preta” da Alma!

Ela é a Casa do Signo de Peixes e Netuno, seus regentes naturais. É conhecida como casa do nosso inimigo oculto. Uma casa chamada de prisão, porque é nela que está todo o nosso legado de nossas existências anteriores.

Funciona como um alerta para o que não devemos fazer e para o que precisamos melhorar na vida atual. Uma casa de passado, um buraco sem fundo de memórias inconscientes que só podem ser compreendidas à luz da consciência plenamente conectada ao momento presente.

Muitas vezes não compreendemos algumas dificuldades, que poderiam ser administráveis à luz da Astrologia. Um Sol de 12, por exemplo, pode pedir que esta pessoa atue nos bastidores da vida. Que pode ser brilhante, mas só conhecida por membros de um grupo específico, como médicos, psiquiatras, psicólogos, que são profissões com energias análogas a esta casa do mapa. Um Mercúrio de 12 pode indicar dificuldades de audição, ou a pessoa fala demais e não ouve, por exemplo. Vênus de 12, busca pelo amor incondicional, assim como Lua que se fixa fortemente em padrões familiares. Marte, que se torna o defensor dos fracos e oprimidos, mas tem muita dificuldade para fazer as coisas para si mesmo. Júpiter, a pessoa necessariamente desejará expandir-se para dentro, vive de ansiedade e idealismo acentuados. Saturno que colocará um peso extra na vida desta pessoa, que naturalmente se sentirá culpada pelas dores do mundo. Urano, que sofrerá da síndrome da panela de pressão, podendo explodir a qualquer momento, e sempre esperando que algo possa estar por acontecer, mas sem necessariamente entender porque. E Plutão que assinala que esta alma já lidou com muito poder e que de alguma forma este poder a persegue.

Todos estes aspectos que parecem ser “negativos” são na verdade alertas para que esta pessoa olhe mais atentamente para os seus passos na sua realidade atual e que aprenda com seus temores, uma vez que eles podem ser o Graal que trará a certeza do caminho a seguir, rumo ao seu propósito maior.

Podemos dizer que a Casa 12 pode ser compreendida como uma poderosa referência de um passado que deixou uma lição, que deverá ser aplicada com perseverança e resiliência para a contínua evolução da pessoa na vida atual.

É o setor que nos ensina que o nosso inimigo oculto é – na verdade – tudo o que desconhecemos sobre nós! Faça Seu Céu Brilhar. Seja a LUZ que ilumina o caminho da sua MISSÃO.

Contato:

Maria D’Arienzo – Astróloga e Master Coach

Faça seu Mapa Astral

WhatsApp: (11) 99251-7624

Site: https://facaseuceubrilhar.com.br/