A importância da Água no cultivo agroecológico

De acordo com as pesquisas científicas das últimas décadas é possível afirmar a possibilidade de utilizar a água na agricultura com racionalidade e sem desperdício. Uma agricultura sustentável passa, pelo uso sustentável dos recursos hídricos, sendo importante que haja um equilíbrio entre a oferta e a demanda de água. O Brasil é um país de dimensões continentais com grandes diferenças sociais, ambientais e econômicas, o que torna o controle do uso sustentável da água difícil, porém possível se toda a sociedade conseguir adquirir conhecimento e formas de uso mais racional da água.

Na agricultura a água é sinônimo de produção de alimento. Existem alguns usos estudados sobre a água, dentre eles: (abastecimento doméstico da população; produção industrial; e produção agrícola sob irrigação). Dentre esses usos, a agricultura irrigada é o único que faz uso tanto da água verde (água proveniente da chuva e armazenada no solo) quanto da água azul – água existente nos rios ou aquíferos. O crescimento das áreas irrigadas, entretanto, não pode ser fundamentado apenas no aumento do uso de recursos hídricos. A agricultura irrigada pode contribuir para a segurança ambiental, hídrica e alimentar, podendo ainda reduzir os impactos na produção em consequência de mudanças climáticas, garantindo alimento em quantidade, qualidade e com custos acessíveis para as pessoas. É necessário considerar as desigualdades hídricas regionais e ter um olhar diferenciado para as bacias hidrográficas críticas, onde a disponibilidade hídrica pode estar comprometida, o agricultor precisa ter uma visão além de sua propriedade e de sua área de produção.

O Brasil, com 12% da água doce superficial disponível no planeta tem que ter um bom planejamento de uso dessa água, e somente dessa forma poderá promover a segurança hídrica e alimentar que deveria fazer parte de qualquer política que vise prover o desenvolvimento e bem estar de sua população. Nesse contexto, é importante aprender com os erros do passado e planejar um futuro melhor, que consiste necessariamente em tratar a água como um bem estratégico para todos.

Então aprender a manejar a água evitando que seu excesso também prejudique o crescimento das plantas, foi possível com a irrigação e coloca um fim na dependência das situações climáticas. Atualmente, a maioria das produções possui um sistema de irrigação próprio, utilizado para a irrigação de pastagens e canteiros, fazendo reutilização de águas das chuvas ou extraindo de lençóis freáticos de fácil acesso. Esse uso possibilita que o agricultor tenha um controle sobre sua cultura durante todos os processos de crescimento, desde as sementes até a planta já adulta. Em regiões áridas, com climas instáveis e até mesmo com excesso de chuvas, somente a irrigação proporciona ao agricultor o controle sobre o crescimento de seus cultivares. Desse modo, pensar como o manejo da água será realizado em sua casa, em seus canteiros, é primordial para se preservar esse recurso tão imprescindível.

Conhecer os recursos hídricos da sua região e fazer o correto manejo dela é vital, afinal a água auxilia nos cultivos, é essencial em diversas demandas no dia a dia e para nosso corpo é fundamental para hidratar, levar os nutrientes, como oxigênio e sais minerais até as células, além de expulsar as substâncias tóxicas do corpo por meio do suor e da urina. A água exerce um papel indispensável à sobrevivência e ao desenvolvimento da vida, pois atende as necessidades básicas dos ecossistemas. Considerada recurso natural renovável, é indispensável a todas as formas de vida.

Silvia Hermida – Bióloga e Produtora Rural

Toda quinta-feira os cidadãos de São Roque têm a oportunidade de interagir e adquirir produtos produzidos localmente com manejo agroecológico na Feira Agroecológica de São Roque, que ocorre na Av. 3 de Maio, 900 das 8h até as 12h. @feiraagroecosaoroque