A manipulação da razão

Havia um reino, onde todas as pessoas viviam felizes e prósperas, sendo que o rei cuidava bem dos seus súditos.

Uma bruxa foi enviada por inimigos poderosos para essa terra, com o propósito de envenenar a fonte de suas águas. Ela despejou uma poção nesse manancial, que faria com que todos que bebessem de suas águas, tivessem suas realidades alteradas.

Os dias se passaram, e os habitantes dessa terra feliz, passaram a se desentender. Inúmeras divisões sociais foram criadas, e os amigos e familiares não mais se entendiam, chegando mesmo a se tornarem inimigos. A corte se tornou desunida, e as leis foram corrompidas devido aos interesses diversos, e o caos bateu nas portas desse lugar que já foi de paz.

Todos beberam as águas envenenadas, menos o rei e sua família, que dado ao local onde ficava o castelo em que viviam, usavam águas de outra redondeza, que não estavam contaminadas. Portanto, suas realidades não foram adulteradas, o que fazia com que tivessem uma visão diferente das dos seus súditos.

Como agiam e pensavam de forma diferente do restante do povo, passaram a ser hostilizados, e um clamor pela tomada do trono pelos traidores do reino, começou a tomar forma, e a perda da coroa era eminente.

Os sábios que assessoravam o monarca, o aconselharam a reunir seus súditos, publicamente beber a mesma água que tomavam e agir igual a eles, o que fez com que todos o elogiassem e clamassem: bem vindo o rei que voltou à normalidade. 

Como vemos, parece que essa analogia se aplica ao mundo atual. Mudaram a história dos acontecimentos, impondo a todos uma realidade que não é verdadeira. Espalharam o terror através de uma doença criada em laboratórios e fazem com que a mídia noticie apenas as mortes por Covid, cujos índices são irreais. Não morremos mais por outros males. Ofuscaram os olhos da população, impedindo-a que enxergue a verdade dos fatos e obrigam-na a tomar uma vacina experimental que pode danificar seu código genético, usando-a como cobaia, uma vez que não houve tempo para testá-la em animais.  

Chegamos ao ponto das pessoas dizerem a amigos e familiares que se não tomarem a vacina, não voltarão a falar com elas, nem mesmo recebê-las em suas casas. Busquem as declarações de Bill Gates sobre o programa das vacinas e verão seu plano maligno. O tempo mostrará os resultados.

Estamos perdendo rapidamente nossa autonomia, bem como a capacidade de raciocinar e vermos a verdade. O medo da morte desequilibrou a mente de muitas pessoas, as quais sucumbiram aos programas criados pela Nova Ordem Mundial, que as levam a um caminho sem volta.

Disse Fernando Pessoa: eu sei que há a hora, mas qual é a hora? Quando desembarcaremos dessa nau em deriva?  

Disney Medeiros Raposo