Aeroporto Catarina registra crescimento de 125,6% em pousos e decolagens | O Democrata
Crédito: Roger Rosa

A JHSF Participações S.A, empresa que detém o controle o operacional do Aeroporto São Paulo Catarina, em São Roque, anunciou na semana passada as prévias dos resultados financeiros no ano de 2021. Segundo os dados da JHSF do quarto trimestre do ano passado, o aeroporto aumentou em 81,2% o número de movimentos e 134,4% em litros abastecidos na comparação com o mesmo período em 2020. No caso do ano todo de 2021 em relação a 2020, os crescimentos desses indicadores foram de 125,6% e 163,6%, respectivamente.

Segundo a JHSF, o São Paulo Catarina Aeroporto Executivo Internacional é agora o maior do Brasil em número de aeronaves hangaradas. No final do anos, eram 71 e a expectativa para 2022 é ainda melhor com as obras de expansão que praticamente vão duplicar a área operacional com mais 20.000m² distribuídos em 6 novos hangares e 20.000m² em pátios.

O aeroporto contava com pista de 2.470 metros de extensão, 16.300 m² de hangar e 38.000 m² de pátios desde a inauguração da primeira fase em dezembro de 2019, quando recebeu o título de primeiro aeroporto executivo do Brasil. Em junho de 2021, recebeu status de internacional, após as aprovações da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), Receita Federal, Polícia Federal, Anvisa e Vigiagro, tornando-se o primeiro do país dedicado exclusivamente à aviação executiva permissão para pousos e decolagens de aeronaves de e para fora do Brasil.

Diante de tantos bons resultados, o aeroporto já foi avaliado pela Azul Linhas Aéreas, conforme afirmou em setembro de 2021 o prefeito de São Roque, Guto Issa, que publicou em sua conta pessoal do Facebook detalhes preliminares sobre um encontro realizado com a companhia aérea.

Com informações da JHSF

Jornal O Democrata São Roque

Fundado em 1º de Maio de 1917

odemocrata@odemocrata.com.br
11 4712-2034
Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 04
Centro - São Roque - SP
CEP 18130-070
Copyright 2021 - O Democrata - Todos os direitos reservados