O Brasil é atualmente o quarto maior produtor de bananas do mundo

BANANA

Uma equipe da Superintendência Federal de Agricultura de São Paulo (SFA/SP) está fazendo levantamentos em propriedades rurais de diversas regiões do estado de São Paulo, com o objetivo de garantir e manter o status de área livre da Raça 4 Tropical da Fusariose da Bananeira no Brasil e do Moko da Bananeira no estado. Produtores rurais estão recebendo orientações sobre os riscos da entrada dessas pragas, que podem comprometer o cultivo da fruta no país. O Brasil é atualmente o quarto maior produtor de bananas do mundo, com área de 466 mil hectares e produção estimada de 6,7 milhões de toneladas.

VALORIZAÇÃO

As exportações do agronegócio em julho deste ano chegaram ao valor recorde de US$ 11,29 bilhões, 15,8% superior ao exportado no mesmo mês do ano passado (US$ 9,75 bilhões). De acordo com a análise da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais (SCRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o crescimento das exportações está ligado à elevação do índice de preços dos produtos do agronegócio exportados pelo Brasil, que foi de 28,5% na comparação entre julho de 2020 e julho de 2021.

ETANOL

Presidente Jair Bolsonaro, os ministros de Minas e Energia, Bento Albuquerque, da Economia, Paulo Guedes, da Casa Civil, Ciro Nogueira, e a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, participaram da cerimônia de assinatura da Medida Provisória (MP) que propõe alterações na Lei nº 9.478/1997, a Lei do Petróleo. O texto permite que o produtor ou o importador possa, facultativamente, comercializar etanol hidratado diretamente com os postos de combustíveis, e que o transportador-revendedor-retalhista (TRR) possa comercializar etanol hidratado.

GEADA

O Conselho Deliberativo da Política do Café (CDPC) aprovou a criação de reserva no valor de R$ 1,32 bilhão no orçamento do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) para atender os cafeicultores prejudicados pelas geadas nas últimas semanas. A medida já havia sido discutida na reunião do Comitê Técnico do conselho na semana passada. Agora, o tema será encaminhado ao Ministério da Economia para ser submetido ao Conselho Monetário Nacional (CMN), em reunião extraordinária.

SELO ARTE

O Estado de São Paulo, já concedeu o registro para 48 produtos de origem animal que poderão utilizar o Selo Arte. Mais cinco produtos foram autorizados a utilizar o Selo Arte no Estado de São Paulo. O estabelecimento, uma fábrica de laticínio registrada no SISP no município de Fernandópolis irá comercializar seus produtos com a marca Jeito do Mato.

IMPOSTO DE RENDA

A Reforma do Imposto de Renda, em tramitação na Câmara dos Deputados, foi foco do debate, durante reunião de diretoria da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). O presidente da bancada, deputado Sérgio Souza (MDB-PR), destacou a importância de preservar o equilíbrio no sistema tributário, de forma que garanta a não tributação do produtor rural e a competitividade do agronegócio no país.

FRUTAS E HORTALIÇAS

O presidente da CNA, João Martins, e o representante adjunto da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura no Brasil (FAO), Gustavo Chianca, defenderam o aumento do consumo de frutas e hortaliças e falaram sobre o papel que o País tem para garantir a segurança alimentar da população brasileira e mundial. Martins e Chianca participaram da abertura do seminário “Frutas e Hortaliças – Por que comer mais?”, que teve por objetivo debater com especialistas os hábitos de consumo desses alimentos.

PECUÁRIA LEITEIRA

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) promoveu uma live, sobre agregação de valor na pecuária leiteira. O debate foi moderado pelo assessor técnico de Pecuária de Leite da CNA, Guilherme Souza Dias. Segundo Guilherme Dias, o aumento dos preços das commodities agropecuárias – especialmente grãos e cereais –, de medicamentos, insumos e fertilizantes vem reduzindo as margens da atividade e exigindo criatividade nas propriedades rurais para manter a produção sem comprometer o desempenho dos animais.

ALFACE E TOMATE

A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (Brasília, DF) acaba de selar um novo contrato com a Agrocinco, empresa de atuação nacional no mercado de produção, comercialização e pesquisa de novos híbridos de hortaliças. A parceria não só fortalece a busca por práticas sustentáveis como também de produtos pensados para atender produtores e consumidores.


Por Mauricio Picazo Galhardo, jornalista, mauricio.picazo.galhardo@gmail.com