AgroNotícias

G-20

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, em Florença, na Itália, participou da Reunião de Ministros da Agricultura do G20. Com foco na sustentabilidade dos sistemas agrícolas e alimentares, o evento reuniu os Ministros da Agricultura do G20, Países Convidados e líderes das principais Organizações Internacionais envolvidas no setor agrícola.“Vou defender a agricultura brasileira, a agricultura sustentável e movida a ciência”, disse a ministra, ao embarcar para a Itália.


SUSTENTABILIDADE

As políticas sociais brasileiras no setor agroalimentar foram apresentadas, durante o Open Forum on Sustainable Agriculture, evento precedeu a Reunião de Ministros da Agricultura do G20, em Florença, na Itália. O Fórum reuniu representantes de países membros e não membros do Grupo, organizações internacionais, setor privado e sociedade civil. O assessor especial do Ministério da Agricultura, Fernando Zelner, participou por meio de videoconferência.


EXPORTAÇÃO

A balança comercial do agronegócio registrou valor recorde no mês de agosto, motivada, principalmente, pela alta dos preços internacionais das commodities exportadas pelo Brasil. O valor exportado foi de US$ 10,90 bilhões, cifra 26,7% superior aos US$ 8,60 bilhões exportados no mesmo mês de 2020. Somente em 2013, as exportações brasileiras do agronegócio alcançaram o mesmo patamar de US$ 10 bilhões para os meses de agosto. 


EXTERIOR

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) lançou, o segundo ciclo do Programa de Acesso a Mercados do Agronegócio Brasileiro (PAM AGRO), que será executado nos próximos dois anos. O objetivo do PAM AGRO 2021-2023 é impulsionar as exportações a partir da melhoria da percepção de mercados internacionais estratégicos sobre os produtos do agronegócio brasileiro.


APTA

Em Andradina, o secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de SP, Itamar Borges, visitou o Polo Regional Extremo Oeste, da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios – APTA. O Secretário foi recepcionado no local pelo diretor geral da APTA Regional, Daniel Gomes, e pela diretora do Polo, Neli Belmiro dos Santos. O Polo Regional de Andradina realiza pesquisas com milho, soja, cana, frutas e hortaliças, produção e sanidade animal e espécies florestais.


SOJA

O calendário de semeadura estabelecido para o plantio da soja, referente à safra 2021/2022, foi definido pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) em nível nacional. O calendário aprovado para a safra no estado de São Paulo vai de 16 de setembro de 2021 a 03 de fevereiro de 2022. O calendário de semeadura é adotado como medida fitossanitária complementar ao período de vazio sanitário.


ACORDO

Estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), projeta crescimento de 0,41% do PIB brasileiro como resultado de eventual Tratado de Livre Comércio (TLC) entre Estados Unidos e Brasil, incluindo países do Mercosul. O indicador foi apresentado durante webinar internacional com a participação de especialistas na agenda de comércio exterior. Segundo o levantamento, a aproximação comercial poderia permitir crescimento acentuado das exportações brasileiras (cerca de 90%), o equivalente a U$ 50,2 bilhões até o período de 2035.


MILHO

As secas e geadas ocorridas neste ano têm prejudicado a produção de milho no país. Diante disto, a solução para evitar o desabastecimento tem sido a importação do grão no mercado internacional. Mas com a queda da produção, veio a alta dos preços e a solução para que os criatórios brasileiros não sofram com o desabastecimento vem em forma de decreto do Governo Federal para redução a zero da alíquota de contribuição do PIS e Cofins para importação de milho.


QUEIJO

Ao receber 57 do total de 331 medalhas do campeonato “Mondial du Fromage et des Produits Laitiers de Tours”, o Brasil obteve destaque no evento. Realizado na cidade de Tours, na França, dos dias 12 a 14 de setembro, o campeonato classificou o Brasil em segundo lugar com cinco medalhas super ouro (as mais cobiçadas e raras), 11 medalhas de ouro, 24 de prata e 17 de bronze. 


APOIO

O apoio global aos produtores do setor agrícola chega a US$ 540 bilhões por ano, representando 15% do valor total da produção agrícola. Em 2030, estima-se que esse valor suba mais de três vezes, para US $ 1,759 trilhão. Mesmo assim, 87% desse apoio, aproximadamente US $ 470 bilhões, distorce os preços e é prejudicial ao meio ambiente e socialmente.

Com informações de assessorias – Mauricio Picazo Galhardo é Jornalista e-mail: mauricio.picazo.galhardo@gmail.com