Área doada pode ser novo acesso para bairros em Mairinque

Na última sexta-feira, dia 18, uma reunião com várias figuras políticas e diversos moradores, definiu a área que pode ser doada para a abertura de um acesso alternativo ligando os bairros, Vila Barreto, Vila Granada, Monjolinho, Recanto dos Eucaliptos e Marmeleiro ao Cento de Mairinque , através da estrada de servidão que terá inicio na avenida João Guedes do Nascimento e com término na Estrada Governador Mário Covas.

Segundo o vereador Rafael da Hípica, “foi abordado a importância de se chegar há um consenso entre os proprietários da área e a comunidade organizada, visando a abertura de um acesso alternativo (Estrada de Servidão) ligando os bairros afetados, que devido à duplicação da Rodovia Raposo Tavares, ficaram isolados do município, pois a única forma dos moradores acessarem os bairros é se deslocando até o município vizinho, São Roque”, disse o vereador.

Ainda segundo o vereador “a população desses bairros representam 40% da população mairinquense e com o isolamento dos bairros foram prejudicados os serviços básicos e de urgências tais como: Resgate Municipal, SAMU, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Polícia Militar, Guarda Municipal e Transporte Público Municipal. O comércio central da cidade também foi prejudicado com o isolamento desses bairros, pois os moradores passaram a ter dificuldades para se deslocarem até o centro da cidade, ficando mais fácil e viável se deslocarem até o município vizinho e assim, contribuindo com a queda nas vendas do comércio central e consequentemente com o aumento do desemprego e a baixa arrecadação de impostos no município”, completou Rafael.

Na oportunidade o representante dos proprietários do imóvel, Cesar Caracante disse que diante dos argumentos expostos, e da relevância dos interesses sociais da população desses bairros, não vê nenhum problema em fazer a doação da área para construção da Estrada de Servidão e fica desde já autorizado de imediato à comunidade organizada a abrir a Estrada de Servidão estrada que liga a rua João Guedes do Nascimento a Estrada Governador Mário Covas, de forma que possa ter o menor prejuízo possível ao imóvel e os direitos dos seus proprietários.

Ficando neste ato criada um Comissão Gestora para administrar a abertura da Estrada de Servidão com os seguintes representantes:

1- Comunidade Católica – João Marcos Batista da Silva Amaral;
2- Comunidade Evangélica – Edio Sampaio;
3- Entidade Maçônica – André Ricardo Batista;
4- Associação M. de Preservação Ferroviária – Jorge Derosa;
5- Instituto Granada – Margareth Bulbarelli Martinez;
6- Representante do Comércio – Camila Cerioni;
7- Representante do Comércio – Gisele Cristina de Souza
8- Líder Comunitário – Paulo Roberto Cornélio;
9- Líder Comunitária – Érica dos Santos Marcondes;
10- Líder Comunitária – Abgail Eli da Silva.