Brasiliana por Mauricio Picazo Galhardo | O Democrata

Eleições, memória, e bem estar

As nações democráticas tem eleições periodicamente. E todo o povo vai às urnas e escolhe os candidatos, o poder legislativo e o poder executivo é assim. A democracia é o sistema de governo em várias nações do mundo. É interessante a palavra grega política que é o governo da cidade. Pode ser uma cidade, um estado, ou um país. Eu costumo dizer: não se pode lembrar o que é para esquecer, e esquecer o que é para lembrar. Uma palavra importante nas eleições é a memória. Em quem nós estamos votando. Em quem nós votamos nas últimas eleições. O concurso público para o poder executivo e legislativo é realizado por eleições e nas urnas eletrônicas. Os políticos são funcionários públicos e as eleições são o concurso público para o ingresso do cidadão que quer trabalhar no estado, exercendo uma função legislativa ou executiva nestes poderes da república.O Brasil é um país rico, o 6º mais rico do mundo. Quem diz que o Brasil é pobre é um idiota que não sabe o que está falando, e não conhece a economia do Brasil. A questão aqui é a distribuição desta riqueza. Um exemplo hoje de um estado que funciona é a Suécia. Pelo que parece os protestantes conseguem distribuir melhor a riqueza. Nas nações que professam a fé evangélica a justiça social funciona de maneira mais fácil e fluída, porque eles tem a cultura da palavra, dos livros, da leitura, nas nações católicas se tem a cultura da imagem, e isso torna as coisas mais difíceis, porque as coisas são resolvidas pelas palavras e não pelas imagens. Eles conseguem fazer excelente avanço na saúde, na educação com alta qualidade. Deus abençoe o Brasil. Por hoje é isso. Boa semana forte abraço e até a próxima palavra Brasiliana. Deus, paz, harmonia e prosperidade para todos.

Jornal O Democrata São Roque

Fundado em 1º de Maio de 1917

odemocrata@odemocrata.com.br
11 4712-2034
Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 04
Centro - São Roque - SP
CEP 18130-070
Copyright 2021 - O Democrata - Todos os direitos reservados