Câmeras instaladas em semáforo de São Roque não são radares

Teve início nesta semana a instalação dos chamados “laços detectores” nos semáforos do município. O equipamento conta com câmeras instaladas ao lado dos grupos focais dos semáforos que realizam a detecção dos veículos permitindo que, de forma automática, o aconteça a liberação do trânsito conforme a quantidade de veículos em espera.

Na prática o equipamento funciona da seguinte maneira: se em umas das vias não houver nenhum veículo aguardando a abertura do semáforo, a câmera faz a leitura e deixa a fase com o tempo mínimo de abertura (para facilitar uma travessia de pedestres, por exemplo), e automaticamente transfere este tempo de abertura restante para a fase com mais veículos aguardando na via seguinte.

O primeiro semáforo a receber a instalação do equipamento foi o que fica entre as ruas Amador Bueno, Barão de Piratininga e João Pessoa, em frente ao antigo “Posto do Ézio”.

Segundo a Divisão de Trânsito, as câmeras não emitem autuação de trânsito e não realizam a fiscalização.