Cláudio Góes anuncia R$ 12 milhões em obras com foco nas escolas e patrimônio público

Em entrevista coletiva, o prefeito de São Roque falou sobre as dificuldades do primeiro ano de gestão e os projetos que pretende colocar em prática em 2018

 

Nesta semana, o prefeito de São Roque, Cláudio Góes divulgou em entrevista o balanço das ações feitas no município em seu primeiro ano de mandato. Segundo ele, 2017 foi um período muito difícil para a administração, que trabalhou para reduzir despesas e quitar antigas dívidas. Agora, com as contas sanadas, a administração municipal anunciou um pacote de mais de R$ 12 milhões, provenientes recursos próprios, programas de incentivo e emendas federais e estaduais para a realização de diversas obras. Cláudio também adiantou sobre os projetos para todos os setores, falou sobre a Santa Casa e o transporte público municipal.

Segundo o prefeito, este será um ano de muito trabalho e de recuperação da infraestrutura do patrimônio. “Nesta próxima etapa de minha administração, uma das prioridades será a recuperação dos prédios públicos, principalmente as escolas municipais, além de melhoria da frota da prefeitura e escolar, e trabalhos de zeladoria em todo o município”, disse.

Segundo o prefeito, os dois problemas que mais causam preocupação na pauta da cidade são a saúde e o transporte coletivo, representados pelos serviços da Santa Casa e da Viação São Roque. “Estamos estudando todas as possibilidades para solucionar os problemas da saúde no município. Uma opção que ainda está sendo avaliada é a contratação de uma Organização Social (OS) para gerir o pronto atendimento no Hospital Santa Casa. Já sobre o transporte, a fiscalização tem trabalhado constantemente para verificar os serviços prestados pela Viação São Roque. O Departamento Jurídico está avaliando a postura da empresa com relação ao termo de ajuste de conduta e em paralelo estamos procurando outra empresa para assumir, caso a Viação não cumpra as obrigações do termo”, adianta.

 

Obras

Uma das principais conquistas do primeiro ano de mandato foi a recuperação do trecho da avenida Antonino Dias Bastos (Marginal), destruído pelas fortes chuvas em 2016. Com um custo de quase R$ 3 milhões, o trecho foi reconstruído e reaberto em dezembro. Outra importante obra entregue à população foi a Estação de Tratamento de Esgoto – ETE, com investimento de mais de R$ 60 milhões. Hoje a cidade tem 64% do esgoto da cidade tratado, com 16 quilômetros de novas tubulações; Maylasky e Ponta Porã já são obras concluídas, com estações para se conectarem aos emissários. A próxima etapa será São João Novo e São João Velho.

Outras obras entregues foram: a reforma do Posto de Saúde Villagio Emilia, quadra do Jardim Brasília, revitalização das Praças de São João Novo e Maylasky, Estrada do Mandovi II, recapeamento de ruas no Jardim Flórida e Bandeirantes, reforma do telhado da Quadra da EMEF Paulo Ricardo. Além disto, foi realizada uma operação tapa buraco atendendo 50 bairros, ações de desassoreamento dos principais rios da cidade, a fim de reduzir os riscos de alagamentos na cidade. Ações foram realizadas nas estradas rurais, além de limpeza e roçada em diversos bairros. Em 2017 foram entregues 52 casas do Conjunto Habitacional Lago dos Patos no Goianã, e as 38 unidades restantes tem previsão para maio deste ano. Há também a previsão de construção de uma escola em Maylasky.

 

Obras já empenhadas para este ano

Duas estradas municipais serão pavimentadas em 2018, a Estrada Municipal do Caetê e a Estrada Turística Angolana. Além disso, serão recapeadas diversas ruas incluindo o bairro da Vila Nova e as ruas Epaminondas de Oliveira, Amador Bueno, Sotero de Souza, Duque de Caxias, José Alembick, Professor Joaquim de Oliveira, Mathias Leme de Barros, ruas México, Paraguai e Chile, Garfield Pereira Barreto, Paulino Hermilio de Campos, Marechal Floriano Peixoto, Benjamin Constant e avenida Aracaí.

Na área central, estão planejadas a reforma do Terminal Rodoviário, a troca da iluminação do Largo dos Mendes, a reforma e ampliação da Unidade Central de Saúde, que inclui aquisição de equipamentos e novos veículos, e melhorias e modernização da iluminação pública, que substituída por pontos de LED.

A ligação dos bairros Jardim Brasília e Quinta dos Teixeiras também acontecerá em 2018, obra que se faz necessária para solucionar o problema criado após a duplicação da rodovia Raposo Tavares entre São Roque e Mairinque que acabou por isolar a área.

Hoje os moradores do bairro são obrigados a fazer o retorno na cidade vizinha para se dirigirem até São Roque.

 

Educação e Cultura

A principal notícia no campo da cultura é a retomada de 16 cursos na Brasital: Dança Lúdica, Dança de Salão, Jazz, Musicalização, Percepção, Teclado, Violão, Cordas Friccionadas, Guitarra, Canto, Bateria, Expressão Corporal, Desenho, Pintura e Escultura. “Teremos também uma oficina itinerante de violão com previsão de atendimento de mil pessoas.

Para a área da educação houve recuperação parcial da Frota Escolar, tendo em vista que cerca de 80% dos veículos estavam inoperantes ao final da gestão passada, segundo o prefeito. A regularização da Merenda Escolar gerou economia com relação a 2016.

Para 2018, tudo indica a retomada do Cursinho Popular de São Roque e outro caso importante, já relatado pelo Jornal O Democrata, e para o qual o Claudio se comprometeu com a solução é o da Fanfarra Schoenacker, “Que não irá acabar. Estamos cuidando para que o projeto tenha continuidade em nossa cidade”, disse o prefeito.

 

Gestão

Com o novo sistema de Gestão, que integra todas as áreas do serviço público, houve modernização, maior controle e gestão mais eficiente na arrecadação municipal, gastos e investimentos, fiscalização das áreas, além de transparência nas contas públicas.

Com a implantação do Programa Via Rápida Empresa, a cidade recebeu mais de 1800 pedidos de abertura de empresas, sendo 960 pedidos deferidos, concluindo a instalação de 432 novas empresas na cidade.