Com a chegada do verão, Saneaqua alerta para os perigos da água de chuva lançada nas redes de esgoto

Ocorrências no sistema de esgoto do município aumentam durante a estação chuvosa. Verão tem início oficialmente nesta terça-feira, dia 21.

Um dos grandes vilões para o bom funcionamento do sistema de esgotamento sanitário é a interligação incorreta, ou seja, a mistura indevida e irregular da água de chuva na rede de esgoto. A informação é da concessionária Saneaqua, responsável pelos serviços de água e esgoto em Mairinque, que, durante o verão, com a temporada de chuvas mais frequentes, alerta sobre um maior risco de ocorrências de vazamentos, podendo chegar até ao retorno do esgoto em imóveis.

“Com o verão, temos uma incidência maior de chuvas nesse período, portanto é fundamental redobrar a atenção com relação ao uso das redes de esgoto. Isso porque em vários imóveis a água da chuva é lançada de forma indevida diretamente na rede de esgoto, sobrecarregando a tubulação, dificultando o escoamento e, em dias de chuva, ocasionando extravasamentos de esgoto”, informa Bruno Gravatá, gerente de operações da concessionária.

A ligação irregular da água de chuva na rede coletora de esgoto pode causar o transbordamento dos poços de visita (local de acesso às tubulações de esgoto) e, consequentemente, aumentar a possibilidade de retorno do efluente nas ruas e nos imóveis, tendo em vista a força e quantidade de água de chuva que entra na rede de forma incorreta.

O gerente de operações destaca que é importante os moradores de Mairinque estarem informados sobre a ligação e destinação corretas das águas.

“As redes de esgoto foram projetadas para receber, exclusivamente, o efluente proveniente dos banheiros, pias e cozinha. Quando a água da chuva é incorretamente direcionada para a rede coletora de esgoto, ela sobrecarrega o sistema e provoca obstruções, extravasamentos e compromete o serviço de coleta e tratamento, assim como pode gerar prejuízos para toda a comunidade local”, diz.

Essas ligações inadequadas – muitas vezes causadas por desconhecimento da população – são proibidas por lei e passíveis de punições. No Brasil, onde há grande volume de chuvas, especialmente no verão, é proibido lançar água pluvial nos ramais de esgotos. No estado de São Paulo, o decreto 12.342/78, artigo 19, determina essa regra. Por isso, é necessário que os imóveis tenham duas saídas distintas, separando assim a água de chuva dos esgotos gerados na residência.

O início oficial do verão – a estação mais chuvosa do ano – nesta terça-feira (21), reforça a necessidade de atenção para o tema.

Em caso de dúvidas, a população pode entrar em contato com a concessionária por meio do telefone 0800 771 0001. A ligação é gratuita e o atendimento funciona 24 horas por dia. Em horário comercial, a página da Saneaqua no Facebook (facebook.com/saneaqua) também realiza atendimentos, assim como por meio do e-mail: sac-mairinque@saneaqua.com.br.

Jornal O Democrata São Roque

Fundado em 1º de Maio de 1917

odemocrata@odemocrata.com.br
11 4712-2034
Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 04
Centro - São Roque - SP
CEP 18130-070
Copyright 2021 - O Democrata - Todos os direitos reservados