“A Suprema Felicidade” será exibido nesta sexta-feira na Brasital

A Divisão de Cultura de São Roque em parceria com o Museu da Imagem e do Som, exibirá na próxima sexta-feira, 14 de junho, dentro do Projeto de Cinema Pontos Mis, o filme “A Suprema Felicidade”.

O evento será às 19.30 horas, no Núcleo de Música, na sala Pontos Mis, no CECT Brasital e a entrada é franca.

Lançado em 2010, dirigido por Arnaldo Jabor, o elenco conta com as participações de Ary Fontoura, Caio Manhente, Dan Stulbach, Elke Maravilha, Jayme Matarazzo, João Miguel, Marco Nanini, Maria Flor, Maria Luísa Mendonça e Mariana Lima.

Rio de Janeiro, 1945. Em uma rua bucólica, Paulo, de 8 anos, assiste à festiva comemoração do fim da guerra ao lado dos pais, Marco, aviador da FAB, e da mãe Sofia, sorriso largo, sedutora, cheia de vitalidade, cabeça feita pelos filmes de Hollywood. Estes se conheceram em um baile cinematográfico, quando acreditaram que viveriam juntos e felizes para sempre. Já na juventude, Paulo precisa lidar com a frustração do pai por não ter conseguido realizar o sonho de pilotar um jato. Ele se aproxima de Noel (Marco Nanini), seu avô, um funcionário público boêmio tocador de trombone de vara na Lapa que o inicia na vida noturna carioca. Logo se apaixona por Deise, uma jovem misteriosa que possui um ar existencialista, tão original quanto delirante. O caso entre eles não dá certo e Paulo passa a frequentar, com cada vez mais assiduidade, a área de prostituição local. Um dia, no cabaré Eldorado, torna-se um divisor de águas nessa vida em formação. Entre os clientes, Paulo vê o pai, seu antigo herói da aviação, degradado, a beber enquanto assiste a um show da cantora e dançarina Marilyn. Eles passam a dividir a admiração pela jovem Marilyn, de apenas 16 anos, sensual e provocante como a atriz de Hollywood, obrigada pela mãe a tirar a roupa para os clientes. É quando a reaproximação de Paulo com o pai e uma repentina história de amor a deterioração mental da mãe, o envelhecimento do avô, provocam uma grande reviravolta na vida de ambos.

Serviço

Filme – “A Suprema Felicidade”

Data – 14/06

Horário – 19.30 horas

Classificação Etária – 16 anos

Local – Núcleo de Música (sala Pontos Mis) CECT Brasital

Entrada Franca