Estudantes enfrentam problemas durante o processo de inscrição para o ENEM 2020

Estudantes estão relatando nas redes sociais alguns problemas durante o processo de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. As inscrições foram abertas na última segunda-feira, dia 11 de maio, e encerrarão no próximo dia 22.

A reclamação mais comum é em relação a demora do sistema em gerar o boleto para o pagamento da taxa de R$ 85. Ao fazer a inscrição, o sistema informa que o robô Beto irá gerar o boleto e que o processo pode demorar um pouco. No entanto, alguns estudantes que se inscreveram no primeiro dia não tiveram o boleto gerado até hoje ou enfrentam problemas para conseguir a isenção da taxa.

Alguns participantes reclamaram, principalmente no primeiro dia de inscrição, que o sistema acusava erro ao informar a data de nascimento. A mensagem “a data de nascimento informada não está de acordo com o cadastro da Receita Federal” aparecia na tela, impossibilitando a inscrição no Enem. Esse mesmo problema aconteceu durante o período para solicitar isenção da taxa.

Um outro erro relatado foi a ausência de campo para enviar a foto digital, uma novidade desta edição. Na última terça-feira, o site de educação Brasil Escola fez uma inscrição no Enem e o sistema não pediu a foto. Nas redes sociais, o Inep informa que a foto pode ser enviada durante todo o período de inscrição, ao acessar a Página do Participante.

Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, o grande volume de acessos simultâneos ao site da prova provocou lentidão.

Ele orienta que os estudantes entrem novamente na página do participante, porque o problema “já está solucionado”. Aqueles que não conseguirem, ainda assim, acessar o boleto devem ligar para 0800 616161 (chamadas de telefone fixo) ou entrar no site faleconosco-mec-cube.call.inf.br.

Apesar de o ministro dizer que a falha está resolvida, os candidatos ainda enfrentam as dificuldades citadas.

(Via Brasil Escola e G1)