MasterChef Brasil: Eliane se despede e final será entre Hugo e Maria Antonia

Após um episódio dramático, está decidida a grande final da quinta edição do “MasterChef Brasil”. Com a eliminação de Eliane nesta terça-feira (24), Hugo e Maria Antonia vão decidir quem é o melhor cozinheiro amador de 2018.

O trio semifinalista se apresentou aos chefs Paola Carosella, Erick Jacquin e Henrique Fogaça usando bandanas em homenagem a Thiago, eliminado na semana passada. A decisão foi realizada em duas etapas.

Na primeira, Pablo Oazen, que ganhou o “MasterChef Profissionais” em 2017, deu consultoria sobre nitrogênio líquido, com o qual criou a famosa receita do sorvete de goiaba, considerada uma das mais difíceis da história do programa.

De manuseio delicado, o nitrogênio líquido chega a 196 graus negativos e pode provocar acidentes graves, como queimaduras. Isso assustou Eliane, Hugo e Maria Antonia, sobretudo os primeiros dois cozinheiros, que confessaram não ter muito jeito com sobremesa.

A baiana acabou se atrapalhando, porém, em processos relativamente simples da receita: queimou o gergelim, que representa as sementinhas da goiaba, e misturou o gergelim no sorvete, em vez de fazê-lo na goiabada. A 20 minutos do fim da prova, ainda queimou todo o chocolate branco que cobriria a receita.

Teve de emprestar chocolate e manteiga dos colegas e, nervosa, foi às lágrimas, mas entregou o prato para a avaliação dos quatro chefs, coisa que ela temia não conseguir.

Hugo, por sua vez, fez um segundo crumble à toa porque achou que tinha queimado tudo. Detalhe: ele nem tinha experimentado. Depois de uma chamada de Paola, ele caiu em si.

Deu certo. Confiante, ele fez a melhor a melhor sobremesa da noite e foi o primeiro a garantir a vaga, para alegria da torcida no Twitter. “Estou até arrepiado”, comemorou ele.

Ao gosto do brasileiro

A segunda fase também foi pedreira. A partir de três ingredientes brasileiríssimos: mandioca, feijão e banana, Eliane e Maria Antônia tiveram de criar três receitas que tivessem esses alimentos básicos da cozinha regional como protagonistas.

Chateadas por não irem à final juntas, as amigas tiveram muitas dificuldades para tentar surpreender o trio de chefs, que reclamaram da falta de ousadia e criatividade em uma prova de semifinal.

Eliane, sobretudo, não conseguiu fazer os ingredientes familiares brilharem em seus pratos e, por muito pouco, segundo contou Jacquin, foi vencida por Maria Antonia.