Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba realiza encontro virtuais com artistas locais

O Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba (Macs) está realizando uma programação de lives com artistas locais. Os bate-papos acontecem às segundas, quartas e sextas-feiras, sempre das 18h às 19h, através de um aplicativo. O público pode interagir com os artistas, comentando e fazendo perguntas.

As lives começaram no dia 27 de julho, com a participação da artista visual Laura Mattos, que abordou o tema “O desafio da linguagem da pintura nas questões do feminino”. Laura usa a pintura para tratar de temas sensíveis às mulheres.

A segunda convidada foi Lucia Castanho, no dia 29, que abordou o tema “Questionamentos femininos a partir da figura da Ofélia”. Desde 2009 trabalhando com Ofélia, a artista multimídia criou leituras da personagem por meio de vários suportes, como desenhos, pinturas, fotografias, instalações e objetos.

Acompanhe o cronograma de encontros virtuais:

Pedro Lopes (31/07):
Apresentará o tópico “Quatro décadas de produção artística”. O artista realiza pinturas baseadas na fusão de cenas do cotidiano e soluções formais vindas da arte moderna e contemporânea. É formado pela Faculdade Belas Artes, de São Paulo.

Sergio Roberg (03/08):
O assunto do bate-papo será “Eu, a fotografia e a natureza”. Atualmente, o artista desenvolve um trabalho voltado à Mata Atlântica, a partir do norte do estado de São Paulo até o sul do estado de Santa Catarina, onde fotografa fauna, flora e todos os aspectos ligados à vida nessas regiões. É formado em comunicação visual pelo Instituto de Artes e Decoração e se especializou em design gráfico.

Camila Fontenele (05/08):
Abordará o tema “Minhas conexões artística: sensibilidades e sensações”. Integrante da iniciativa YVY Mulheres da Imagem e representante desse grupo regional em Sorocaba. Suas pesquisas envolvem o corpo, território, ancestralidade e espiritualidade. Participou de exposições coletivas em diversas cidades e diferentes países. É publicitária e trabalha como fotógrafa e artista visual.

Liliana Alves (07/08):
O tema será “O exercício experimental da liberdade e a insignificância das coisas”. Liliana parte de sua experiência em buscar nos objetos simples do cotidiano motivo para pintar. Procura induzir o pensar nas questões da pintura. É graduada em letras pela Universidade de Sorocaba (Uniso) e pós-graduada pela Escola de Comunicação e Artes da USP, de São Paulo.

Para mais informações, basta acessar https://www.macs.org.br/.