Começa em setembro o licenciamento anual de caminhões registrados em São Paulo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Jornal-O-Democrata-Sao-Roque_SP-Licenciamento-final-2-para-caminhoes.jpg

Proprietários de caminhões registrados no estado de São Paulo devem estar atentos aos prazos do licenciamento anual obrigatório. De acordo com o calendário estabelecido pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-SP), o período para licenciar o automóvel começa em setembro, mês de vencimento do licenciamento final 1 e licenciamento final 2. Deixar de pagar o tributo pode resultar em multa e apreensão do veículo.

Veja, a seguir, o calendário anual de pagamento:

  • Setembro: final 1 e 2;
  • Outubro: final 3, 4 e 5;
  • Novembro: final 6, 7 e 8;
  • Dezembro: final 9 e 0.

Os prazos vão de setembro a dezembro e devem ser consultados de acordo com o último número da placa do automóvel. O imposto deve ser quitado até o último dia do mês de referência, aqueles que deixarem de pagar a taxa dentro da data-limite, ficarão com o veículo irregular.

O tributo pode ser pago via internet banking, casas lotéricas, caixa eletrônico ou aplicativo do Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Safra e Santander; o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) deve ser informado para completar a transação.

Para evitar sair de casa em meio à pandemia da Covid-19, os contribuintes também podem contratar os serviços online de um despachante credenciado ao órgão estadual competente. Ao escolher essa opção, além do licenciamento, outros débitos relacionados ao automóvel poderão ser parcelados no cartão de crédito, sem ter que informar o número do Renavam.

No dia seguinte ao recebimento, o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo em meio eletrônico (CRLV-e) ficará disponível no site do Detran, Denatran e Poupatempo. O documento também poderá ser encontrado nos aplicativos: Carteira Digital de Trânsito, Poupatempo Digital e Detran-SP. A nova versão do título pode ser utilizada no próprio smartphone do condutor ou impressa em folha sulfite comum.

De acordo com o artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), transitar com o licenciamento vencido é infração gravíssima, punível em multa no valor de R$293,47, acréscimo de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e apreensão do veículo até que seja regularizado.

Por Julia Veroneze