Quais são as vantagens de ter o próprio site?

Qual é a primeira coisa que você deve fazer para ter o seu próprio negócio online? A resposta é simples: ter o seu próprio site.

O acesso a internet só cresce no Brasil e pesquisas apontam que, em 2019, foram mais de 71% dos domicílios conectados, sem contar o uso de aplicativos e outras ferramentas no celular.

Sendo assim, é fundamental ter um site para a sua empresa, onde você possa concentrar todas as informações necessárias para quem já é ou virá a se tornar um cliente.

Dessa forma, não ter um site significa perder oportunidades, já que a internet tem alto potencial de vendas.

A seguir, você verá algumas razões para criar o seu próprio site agora mesmo:

O site é um cartão de visita

Para muitos clientes, o site será o primeiro contato oficial com a sua marca. A ideia é que, nele, o consumidor encontre todas as informações sobre o seu produto ou serviço.

Além disso, é importante que você comunique com clareza e objetividade o que você faz ou vende, e tenha uma apresentação fácil de entender.

Por meio do site, os seus produtos ou serviços são apresentados de uma maneira muito mais profissional, do que somente a presença nas redes sociais.

À medida do possível, converse com profissionais e busque ir aumentando a sua presença online e também melhorando a experiência do seu site.

O seu futuro cliente pode encontrar e entender o seu negócio

Ainda que o seu negócio seja 100% presencial, você sabia que muitos clientes gostam de visitar o site antes de ir ao estabelecimento?

É sempre bom ter a oportunidade de ser encontrado online e a verdade é que a reputação de um negócio na internet fez toda a diferença.

Se tem um restaurante, por exemplo, pode incluir o cardápio, as fotos dos pratos principais e o telefone para contato.

O motivo é que muitas pessoas preferem ter uma prévia dos serviços, valores, horários e outras informações importantes.

Além disso, cadastrar no seu site ferramentas como o Google Maps vale para todo o tipo de negócio, desde as pequenas até as grandes empresas.

É possível desenvolver estratégias personalizadas

O site permite que você vá muito além de posts, como é o caso das redes sociais. Por meio dele, é possível desenvolver diferentes tipos de estratégias de marketing digital.

Entre elas, o link building é uma das principais e mais efetivas. Com o auxílio de uma agência como a 2T-Digital, é possível captar links de alto valor para o seu próprio site.

O que isso significa na prática? O Google reserva as primeiras páginas da busca para clientes com uma classificação elevada, que pode ser obtida por meio desta estratégia.

Além disso, você pode captar leads, isto é, captar o e-mail dos clientes que chegam até o seu site.

Com essa informação em mãos, você pode criar estratégias e oferecer conteúdos gratuitos, com o intuito de aumentar as suas vendas.

Seguir as etapas de conversação

Você conhece o Inbound Marketing? Essa nada mais é do que as etapas de conversação da venda online.

Essa estratégia busca “fisgar” o cliente em seu estágio de compra. Para isso, há etapas de:

  • Atração: feita pelas redes sociais e por meio de posts no próprio site ou blog;
  • Conversação: são os formulários e botões de CTA (call to action);
  • Venda: são os e-mails, por exemplo.
  • Fidelização: é quando o cliente gosta da sua marca e deixa um depoimento, mas pode ser também o monitoramento dos resultados.

Para analisar e entender cada um desses momentos, é fundamental ter um site, pois é nele que pode a informação é armazenada e para lá que o cliente deve ser dirigido.

Fortalecer a sua marca

A criação de conteúdos de valor para o seu público é uma ótima estratégia para ganhar relevância e atrair mais público.

O conteúdo pode ser sobre dicas, informações e análises que interessem ao seu público. Dessa forma, você pode criar autoridade para o seu negócio.

A autoridade é muito importante, principalmente para o momento de decisão de compra.

Imagine: você compraria com uma marca que produz conteúdo e, ainda que não seja tão famosa, se mostra interessada em entender o seu público, ou com uma marca que não especifica nada sobre o seu produto?

Com certeza, a maioria das pessoas responderia a primeira alternativa.

Lembre-se também que muitos clientes que encontram a sua empresa por meio do seu site, na maioria dos casos, não se sentem 100% confiáveis em comprar logo de início.

Cabe a você fornecer os elementos necessários para que o seu cliente se sinta em casa, dentro do seu site.

Gostou de saber mais sobre a importância de ter o seu próprio site? Então não perca mais tempo, converse com profissionais de marketing e crie agora mesmo o seu!