Saneaqua reforça a importância da conservação do solo

Nesta quinta feira, 15 de abril, é comemorado o Dia Nacional da Conservação do Solo. De acordo com o relatório apresentado no final de 2020 pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), a degradação do solo afeta pelo menos 3,2 bilhões de pessoas, ou seja, 40% da população mundial.

Nem sempre reconhecido como um importante recurso natural, os solos são essenciais para a produção de água e alimentos. A Saneaqua, empresa responsável pelos serviços de saneamento em Mairinque, aproveita a data para reforçar a importância do descarte correto de resíduos, evitando contaminações do meio ambiente e do sistema de saneamento da cidade.

Pequenas mudanças de hábitos no dia a dia contribuem positivamente com a preservação do solo e o bom funcionamento dos sistemas de saneamento básico.

“Na cidade de Mairinque temos dezoito poços que fornecem água proveniente de lençóis freáticos, por isso a necessidade de olharmos com atenção para o tema e incentivarmos a reflexão da população”, ressalta Thais Cortina, responsável pela área de sustentabilidade da Saneaqua.

Em 2020, foram retiradas 15 toneladas de lixo das redes que compõem o sistema de esgoto de Mairinque. Neste ano, somente no período de janeiro a março, a concessionária já contabilizou a retirada de aproximadamente 8 toneladas.

Frequentemente são encontrados nas tubulações da cidade resíduos de construção civil e descartes de banheiro como papel higiênico, fio dental, preservativos, cabelo, cotonetes, tecidos e sacos plásticos. Fluídos como óleo de cozinha, gordura, chorume proveniente do acúmulo de lixo e agrotóxicos se infiltram no solo e podem alcançar os lençóis freáticos. 

Alguns estudos apontam que um litro de óleo de cozinha pode poluir um volume de um milhão de litros de água.

Para dicas e informações sobre os cuidados com as redes de esgoto e o descarte correto de lixo, acesse: blog.brkambiental.com.br.