Diferença de preços de ovos de Páscoa pode chegar a 71%, aponta Procon

A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) divulgou na sexta-feira (23) um levantamento referente aos preços de ovos de Páscoa e chocolates vendidos em lojas de Sorocaba e Votorantim (SP).

A pesquisa envolveu 43 tabletes de chocolate, 10 bolos de Páscoa, 16 bombons e, claro, 84 ovos de Páscoa de diversas marcas.

O item mais procurado nesta época do ano, os ovos de Páscoa, registraram diferença de preço de 63,29%.

O mesmo ovo, de marca mais simples e pesando 70g, chegou a custar R$ 14,68, mas em outros estabelecimentos saiu por R$ 8,99.

Entre os tabletes de chocolate de 98g, a maior diferença de preço constatada foi de 71,63%, sendo o menor preço R$ 3,49 e o maior preço de R$ 5,99. A diferença de valor constatada foi de R$ 2,50.

Os bolos de Páscoa de 400g registraram diferença de 26,15%, sendo o menor custando R$ 11,09 e o maior R$ 13,99.

Já sobre os pacotes de bombons de 150g, o Procon analisou que a diferença de preço chegou a 57,17% em diversos estabelecimentos. O menor preço encontrado foi de R$ 15,90 e o maior de R$ 24,99. A diferença é de quase R$ 10.

O Procon orienta que o consumidor faça uma comparação entre os preços praticados por diferentes estabelecimentos antes de comprar. Outra dica importante é considerar a qualidade, peso e preço do item a ser adquirido.