Energia solar – A força do futuro

Energia solar é um termo que se refere à energia proveniente da luz e do calor do Sol. É captada por meio de diferentes tecnologias, como o aquecimento solar, a energia fotovoltaica, e a energia heliotérmica. A captação da luz solar é feita por painéis solares, sendo que eles podem ser para a geração elétrica, ou para o aquecimento de líquidos.

Na geração fotovoltaica, a energia luminosa é convertida diretamente em energia elétrica. Nas usinas heliotérmicas, os raios solares aquecem um receptor que gera vapor, que movimenta uma turbina.  No aquecimento solar, a luz do Sol é utilizada para aquecer a água de reservatórios.

O sistema fotovoltaico não exige um ambiente com alta radiação para funcionar, porém, quanto menos nuvens houver, maior será a produção de eletricidade. Já para o aquecimento de água, é indicado que os painéis sejam fixados em local plano, bem direcionados, e com alta incidência solar.

O Brasil foi o primeiro país em desenvolvimento a fabricar células fotovoltaicas. Por estar localizado próximo à linha do Equador, possui alta incidência solar, além de ser rico em silício, matéria-prima usada na fabricação desses componentes. Essa tecnologia promissora está em constante expansão, e já são estimados cerca de 500 mil coletores solares residenciais, o que deve produzir cerca de 2,5 gigawatts de energia solar. O governo possui planos para dinamizar essa produção de energia na região do nordeste, por ser de melhor localização para esse empreendimento.

Apesar do crescimento do uso da energia solar nos últimos anos, essa forma energética representa apenas 13% da energia elétrica gerada no mundo.

Quando o assunto é uso dessa energia, a China aparece como líder no ranking de países que investem nesse setor, representando cerca de 26% das instalações de energia solar do mundo. Países como Estados Unidos e Japão também se destacam, cada um representando, aproximadamente, 13% da produção.

A tecnologia solar possui vantagens e desvantagens. Ela é proveitosa por ser uma energia renovável, inesgotável, e não poluente, bem como necessitar de pouca manutenção, e é desvantajosa quanto ao seu alto custo no momento, depender de condições atmosféricas, não funcionar no período noturno, e ser pouco eficiente quando comparado à energia hidrelétrica, e aos combustíveis fósseis.

Apesar dos prós e contras, a energia solar veio para ficar, e é a tecnologia que mais se estabelece como prioritária no decorrer do tempo, uma vez que sua produção se populariza a passos gigantescos. Já vemos muitas coisas serem movidas por esse tipo de energia, que vão desde as luminárias de jardim, aos poços artesianos que o governo está produzindo no nordeste.

É graças a essa tecnologia, que a estação espacial consegue funcionar. Suas placas de alta performance, conseguem captar energia suficiente para alimentar o equivalente a 55 residências. Energia solar. O futuro bate em nossa porta. Vamos atender.

Disney Medeiros Raposo