A revolução energética que está transformando o futebol paulista

Desde a sua primeira empreitada no futebol, a Red Bull se notabiliza tanto pela bebida que “dá asas” como pela sua influência no esporte. O RB Leipzig e o RB Salzburg, times provenientes da Alemanha e da Áustria, respectivamente, são a maior prova disso, já que ambas as equipes disputam atualmente a Liga dos Campeões com desempenhos muito aprazíveis. Os investimentos não se limitam à Europa, e a Red Bull vem demonstrando há diversos anos muito interesse pelo futebol brasileiro, em especial o praticado no estado de São Paulo.

O envolvimento entre a empresa de energéticos e o futebol paulista começou em 2007, com a fundação do Red Bull Brasil, atual time secundário da marca. O clube-embrião demorou oito anos para atingir as competições nacionais e permaneceu na Série D do Campeonato Brasileiro até hoje. A Red Bull avançou então para um segundo investimento em São Paulo, firmando uma parceria com o Bragantino, a respeito da qual é possível ler em https://www.espn.com.br/futebol/. Esta segunda investida da marca no futebol paulista ocorreu devido à estagnação do Red Bull Brasil e a algumas dúvidas quanto à viabilidade do projeto.

DECISÃO
Toro Loko bate o Mirassol por 3 x 1 – já havia vencido o jogo de ida por 1 x 0 – e se garante na final do Troféu do Interior, contra a Ponte Preta.
“Os jogadores estão motivados para tentar esse título. Fiquei contente pela Ponte Preta, uma equipe que o Red Bull tem uma excelente relação. A gente espera fazer boas apresentações”, disse o técnico Antonio Carlos Zago.

A parceria entre o Bragantino e a Red Bull segue os moldes dos projetos europeus de sucesso, o que poderá fazer do clube paulista um dos times favoritos das torcidas e dos apostadores de futebol em 2020. Para aqueles que já se habituaram ao favoritismo do Massa Bruta em plataformas de apostas esportivas, como a https://www.betfair.com/br, a próxima temporada pode trazer muitas apostas de valor. O Red Bull Bragantino talvez seja muitas vezes o azarão, mas as chances de o time surpreender são favoráveis. Nesse sentido, o mercado de gols também é interessante, pois os times da Red Bull jogam um futebol focado no ataque.

Bragantino e os próximos passos em sua parceria com a Red Bull

O retorno do Bragantino à Série A do Brasileirão aconteceu 21 anos depois do rebaixamento, que ocorreu em 1998, e só foi possível graças à parceria com a Red Bull. A gigante de bebidas energéticas investiu forte e transferiu o elenco do Red Bull Brasil para o Braga, juntamente com o técnico Antônio Carlos. Os 75 pontos alcançados em 38 jogos pulverizaram a concorrência e permitiram a ascensão do time paulista à Série A. O clube de Bragança Paulista tem agora a meta de figurar entre os principais times do Brasil, e a estratégia passa por mudanças profundas em termos de estrutura, identidade e reforço da equipe.

O Bragantino passa a se chamar Red Bull Bragantino e exibirá um novo emblema, assim como novos uniformes baseados nos outros times da Red Bull. A construção de um centro de treinamentos e a reforma do Nabizão até 2021, documentada em https://globoesporte.globo.com/sp/, representam uma aposta consolidada no time alvinegro. Também será feito maior investimento na base do Red Bull Brasil, que servirá para potenciar os craques do futebol paulista e alimentar a equipe principal.

A definição do elenco para 2020 será também importante para o futuro próximo do Massa Bruta. O plano passa por contratar jogadores promissores para futura rentabilização esportiva e financeira. Para tanto, foi definido um orçamento aproximado de R$ 200 milhões, como é possível ler em https://www.uol.com.br/esporte/. O investimento no time alvinegro deverá ser feito progressivamente, mas sempre com a certeza de que este projeto terá qualidades semelhantes às das outras franquias da Red Bull: muita energia, muito talento e um futebol ofensivo.