Alex Augusto se destaca na copa Thunder Fight MMA

O são-roquense Alex Augusto, 19 anos, foi destaque na copa Thunder Fight MMA, que ocorreu na Zona Lesta da cidade de São Paulo, no dia 6 de junho. Dessa vez o atleta lutou na categoria 66,00kg (peso pena), duas categorias acima da que ele costuma atuar.

Alex estava com luta originalmente marcada contra um atleta na categoria 57kg. No entanto, após uma lesão, foi substituído por outro atleta que desistiu da luta uma semana antes do evento. Em seguida, nova luta foi marcada dessa vez na categoria 61kg, que mais uma vez foi cancelada por conta de desistência do oponente, forçando Alex Augusto a lutar na 66kg.

Contra Carlos Junior, atleta da cidade de Guarujá, Alex obteve a vitória via decisão unânime, após um combate bastante difícil, e movimentando. A luta começou quente com Carlos tentando impor seu ritmo com muitos chutes, Augusto os bloqueia prontamente, colocando-o de costas nas grades até obter uma queda fantástica, ficando por cima golpeando uma boa parte do round, até o arbitro intervir e retomar a luta em pé.

depois da intervenção, vez quem busca a queda é Carlos, que foi surpreendido novamente ao ser contra golpeado e novamente colocado para baixo. Nos segundos finais, Alex Augusto busca a finalização via Katagatame, mas o gongo soa antes de seu oponente desistir.

O segundo round começa mais uma vez com a iniciativa de Carlos que coloca uma sequência forte de socos bloqueados por Augusto, que consegue, mais uma vez, aplicar uma queda deixando Carlos em posição defensiva. Porém, durante a aplicação do Ground and Pound (desferir socos na atleta que esta de costas para o solo) o árbitro vê uma falta, a retira um ponto de Alex Augusto, colocando a luta novamente em pé. Seguindo o mesmo início de round novamente Carlos esta de costas no solo, com Alex tomando toda a iniciativa, buscando finalizar o combate.

O são-roquense consegue pegar as costas do seu oponente buscando o mata leão. Carlos se defende e Alex faz uma transição para o Katagame. No desenrolar do ataque, Carlos tenta defender esticando o braço que Alex prontamente prende comum Arm-Lock, e antes de seu oponente dar os três tapinhas em sinal de desistência, o gongo soa encerrando o combate.

Após amplo domínio, a vitória foi obtida via decisão unânime. “Sempre busco terminar a luta de forma rápida e eficiente, busco sempre o nocaute ou a finalização, aprendi muito nesse combate, meu oponente foi formidável além de ser muito forte, sei que estava em categoria diferente e que iria sentir a diferença de peso, mas não imaginava que seria tanto assim, comentei com meus treinadores que tão cedo não me arrisco mais nessa categoria, hoje trabalhamos com a regra e tivemos êxito. Quero agradecer imensamente meus professores Rennan Santos, Celso Mendes(Panda), Everton Vieira (Alemão), por todo apoio e incentivos dos meus companheiros de treino da Xtremekickteam pratico KICKBOXING, a Gracie Barra São Roque onde faço JIU-JITSU e a babuínos Gold Team onde treino Wrestling, a meu preparador físico Rodrigo Lima da Studio Power e pelas dicas do professor Geraldo Silva do Boxe, não seria possível sem a ajuda de todos vocês”, encerra o atleta.

Agora, Alex Augusto treina para seu próximo compromisso, mas dessa vez no Kickboxing.