Brasil é tricampeão da Copa do Mundo de Futebol Social

A Seleção Brasileira de Futebol Social jogou na última terça-feira, 5, a partida final da Copa do Mundo de Futebol Social (Homeless World Cup) contra a Seleção do México, em Oslo, na Noruega. A equipe conquistou uma vaga na final ao vencer a Seleção da Rússia nos pênaltis.

Na decisão, o Brasil venceu o México por 4 a 3, sagrando-se tricampeão da competição. A equipe obteve 100% de aproveitamento. A Copa do Mundo de Futebol Social é realizada em quadra reduzida de grama sintética, com três atletas na linha e um no gol.

O Brasil é o atual número um do Ranking Mundial e desde 2009 está ente as quatro melhores seleções da competição.

Treinamentos em São Roque

Os oito atletas brasileiros, com idade entre 17 e 21 anos, selecionados para representar o Brasil na Copa do Mundo de Futebol Social, ficaram em São Roque, onde realizaram a fase final de treinos para a competição internacional. Seis garotos – Felipe, Igor, Leonardo, Leonel, Mickael e Murilo – e duas garotas – Andreza e Juliana – representaram o Brasil no torneio.

Futebol Social

O Futebol Social é um movimento pioneiro que conectam jovens e comunidades carentes de todo o País. Fazem parte da rede projetos sociais e movimentos comunitários atuantes em periferias, favelas, comunidades ribeirinhas e quilombolas, entre outros grupos e regiões socialmente excluídas.

Participam jovens de 16 a 21 anos, que vivem em situação precária de moradia (ou sem moradia), sob risco social e sem condições plenas de desenvolvimento. Desde 2004, o projeto já atendeu mais de 20 mil jovens, por meio da rede Futebol Social, que reúne anualmente pelo menos 50 entidades de diversos estados e regiões do país.