Brasil faz bonito na Copa do Mundo de Futebol Social disputada no México


A seleção ficou treinando durante uma semana em São Roque, antes de viajar para o México. O são-roquense Pupo Fernandes e a atleta de Araçariguama Michele Salles participaram do mundial representando a nossa região

Depois de terminar a fase de classificação em primeiro lugar do grupo, no masculino e no feminino, as seleções brasileiras de futebol social foram eliminadas da Copa do Mundo de Futebol Social (Homeless World Cup), na cidade do México, neste sábado (17).

As meninas foram eliminadas nas semifinais pelas donas da casa por 7 a 4. Nas quartas-de-final, disputada no mesmo dia, goleou o Peru por 8 a 2. A atleta Michele Salles, que mora em Araçariguama foi convocada para representar o Brasil na competição. Além do técnico Pupo Fernandes , que é são-roquense e treina a Seleção Brasileira de Futebol Social.
No masculino, o Brasil caiu nas quartas-de-final ao ser derrotado pela Hungria por 6 a 4.

No feminino, a equipe do Brasil enfrentou o Chile na disputa pelo terceiro lugar e o placar final foi de 3 a 2 para as chilenas, deixando nossas meninas na 4ª colocação. Já no masculino, vitória sobre a África do Sul por 3 a 0, garantindo assim a 5ª colocação do torneio. Ambos os títulos ficaram com os mexicanos. Entre as mulheres, o México derrotou a Colômbia por 5 a 3. Enquanto os homens venceram o Chile por 6 a 3.

Comandado pelo técnico são-roquense, Pupo Fernandes, o Brasil buscava no masculino o tetracampeonato. O país é tricampeão na chave principal (participação aberta a ambos os gêneros) conquistando o título em de 2010, 2013 e 2017.
No feminino, o Brasil foi campeão em 2010, no Rio de Janeiro.

“Infelizmente não deu, perdemos para a Hungria onde tivemos muitos erros (três gols de bola parada). Não é disputa de derrotado e o futebol social preza o fair play e respeitamos todos os adversários.”

“O que não pode acontecer em uma partida de 7 minutos é o jogo ficar paralisado 7 minutos e o árbitro acrescentar apenas 28 segundos. Poderíamos até tomar mais gols, mas temos que ser sempre justos!”, comentou Pupo no perfil no Facebook.

Preparação em São Roque

A Seleção Brasileira fez o apronto final em São Roque treinando durante uma semana no Clube Atlético Paulistano.
Parabéns, ao técnico Pupo pelo empenho e sempre procurando incluir São Roque nos principais eventos do futebol social e fazendo com que a cidade seja referência na modalidade.

ONG Futebol Social

O Futebol Social promove um movimento pioneiro que conecta jovens e comunidades carentes de todo o País, tendo como objetivo principal integrar, motivar e fortalecer seus participantes.

Desenvolve diversos projetos sociais e movimentos comunitários atuantes em periferias, favelas, entre outros grupos e regiões socialmente excluídos.

Reúne jovens de 16 a 21 anos, que vivem em situação precária de moradia (ou sem moradia), sob risco social e sem condições plenas de desenvolvimento.

Desde 2004, o projeto já atendeu mais de 20 mil jovens e participou de mais de 20 eventos internacionais, com destaque para a Copa do Mundo de Futebol Social (Homeless World Cup).

A Seleção Brasileira de Futebol Social tem o patrocínio da Confederação Nacional de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e Penalty.